MPE deve investigar prefeito por suposta utilização de rádio para fins eleitorais

A rádio comunitária Águas do Pantanal teria sido utilizada para fins político-partidários desrespeitando à lei de regência e desvio de finalidade.

O Ministério Público Estadual (MPE) abriu um procedimento preparatório sobre uma suposta utilização indevida, pelo prefeito de Rio Verde do Mato Grosso (MS), Mário Alberto Kruger, de uma Rádio Comunitária da cidade.

A rádio comunitária Águas do Pantanal teria sido utilizada para fins político-partidários desrespeitando à lei de regência e desvio de finalidade. O procedimento preparatório antecede um inquérito civil.

Segundo a publicação no Diário Oficial do órgão desta quinta-feira (17), a promotora responsável pelo caso será Fernanda Proença de Azambuja. Kruger já foi prefeito da cidade de 2005 a 2008 e novamente em 2013, eleito por 6.000 votos.