As questões-chave da governança corporativa em empresas familiares

A Safras & Cifras assessora empresas familiares há mais de duas décadas

A realidade demonstra que há empresas cuja principal virtude é ser justamente familiar. Não são corretas as afirmações de que são melhores as organizações conduzidas por técnicos estranhos à família ou que as sociedades não controladas por uma família são mais saudáveis.

O fato gerador é a qualidade da vida societária, da administração e da gestão empresarial, sendo que a excelência pode estar numa família ou entre técnicos profissionais.

A Safras & Cifras assessora empresas familiares há mais de duas décadas. Os resultados desses trabalhos nos permitem acompanhar e mensurar de perto os avanços alcançados por essas organizações.

A experiência nos mostra que o crescimento e o fortalecimento dos negócios familiares estão alinhados à adoção e à aplicação formal de boas práticas de gestão. Quando falamos nisso, visualizamos e contemplamos ferramentas e linhas de ação que, se aplicadas corretamente, proporcionarão garantias à continuidade da empresa e beneficiarão seus sócios, administradores, diretores e conselheiros.

Nesse contexto, destacamos a governança corporativa, que oferece a esses negócios um sistema capaz de converter princípios e intenções em regras e recomendações claras e objetivas, alinhando interesses, administrando conflitos, avaliando permanentemente o propósito da empresa e, o mais importante, contribuindo para a sua longevidade.

A Safras & Cifras vem aqui compartilhar suas experiências, com a proposta de familiarizar os empresários às políticas e boas práticas de governança, para estimular a compreensão do seu alcance e a melhor forma de sua implementação, considerando as particularidades de cada negócio.

Nesse sentido, trazemos à luz abordagens que consideramos questões-chave para a compreensão de que a governança corporativa é um recurso que pode oferecer soluções efetivas para os desafios enfrentados pelas empresas familiares. Assim, apresentamos:

1) POR QUE OS PRINCÍPIOS DE GOVERNANÇA CORPORATIVA SÃO IMPORTANTES PARA EMPRESAS FAMILIARES?

Os negócios familiares enfrentam desafios próprios, tais como: o planejamento da sucessão da propriedade e da gestão; a necessidade de delimitar claramente a diferença entre propriedade e negócio; proteção patrimonial; e aproximação dos sócios que não participam da gestão.

Equidade de direitos e deveres dos membros da sociedade, transparência no funcionamento do negócio e responsabilidade corporativa de todos em prover o crescimento e a continuidade da empresa são princípios fundamentais de governança. Uma vez formalizados, contribuem para: