Intel toma 32 processos por lambança envolvendo falha grave em chips

Ainda não dá para saber o tamanho do prejuízo que a Intel vai tomar depois que duas falhas graves de segurança foram descobertas em sua linha de chips, mas provavelmente ele será monstruoso.

Chamadas de "Meltdown" e "Spectre", as falhas afetaram todos os processadores da Intel fabricados nos últimos 10 anos. - Foto: Reprodução

Ainda não dá para saber o tamanho do prejuízo que a Intel vai tomar depois que duas falhas graves de segurança foram descobertas em sua linha de chips, mas provavelmente ele será monstruoso. Em um documento enviado ao órgão regulador, a empresa informou que está sofrendo 32 processos e não sabe estimar o potencial perda que eles podem resultar.

Nos processos, a Intel é acusada de prejudicar os usuários por "ações e/ou omissões.

Chamadas de "Meltdown" e "Spectre", as falhas afetaram todos os processadores da Intel fabricados nos últimos 10 anos.

Entenda a lambança Logo que as falhas foram anunciadas, a principal recomendação era baixar e instalar todas as atualizações possíveis, o que dificultaria futuros ataques hackers. No final de janeiro, a Intel voltou atrás e disse que era para fazer justamente o contrário: não instalar nada, cruzar os braços e esperar um pouco.

A empresa disse que continuava investigando um efeito colateral das primeiras atualizações de firmware: um aumento de incidências de desligamento e reinicialização das máquinas.

A Intel afirma que identificou a raiz do problema e começou a resolver, mas a solução diminuiu a velocidade dos computadores as estimativas são de  que a queda varia de 5% a 30%, dependendo da tarefa e do modelo do processador afetado.

Ou seja, agora a companhia enfrenta queixas de que os ajustes forçam os consumidores a comprar novo hardware.

Para saber se seu processador é Intel, acesse o menu de Propriedades do Sistema (ou equivalente). Um jeito fácil de achar essa informação, é usar a ferramenta de busca e procurar por "sistema" e "sobre".