Facebook vai proibir propagandas relacionadas a criptomoedas

Cotação do bitcoin está em queda, após auge no fim do ano passado - Foto: Reprodução

O Facebook informou que vai banir anúncios publicitários que promovam produtos financeiros e serviços atrelados a criptomoedas, como o bitcoin. De acordo com o jornal Folha de São Paulo, o anúncio foi feito na terça-feira (dia 30). A nova política será válida para todas as plataformas da rede social, incluindo o Instagram.

Não a única, mas a mais popular entre as criptomoedas, aceita de salão de beleza à pizzaria em Campo Grade, o bitcoin chegou ao auge em dezembro de 2017. Contudo, a cotação cai a cada movimento dos governos pelo mundo para sua regulamentação.

Em 2016, um bitcoin era negociado a 900 dólares. Em dezembro do ano passado, veio o auge, com cotação a 19.382 dólares. O comparativo entre dezembro do ano passado e a semana passada, o valor do bitcoin teve perda de 45%.

Para investir em criptomoeda, a pessoa troca o dinheiro real por uma promessa de pagamento. Ou seja, o investidor recebe um código criptografado e a promessa de devolução do valor com a cotação do dia.