Macaé estreia na Liga Ouro diante do São José, que busca a segunda vitória

Equipes se enfrentam neste sábado, às 18h, no ginásio do Tênis Clube (Juquinha).

Confronto entre Macaé e São José, pelo NBB 2015/2016. - Foto: Raphael Bózeo / Macaé Basquete

Adversários em edições anteriores do NBB, Macaé e São José se encontram neste sábado, 3, pela primeira vez na Liga Ouro. O duelo está marcado para as 18h, no ginásio do Tênis Clube (Juquinha), em Macaé. O ingresso custa R$ 10 (R$ 5 meia-entrada). Enquanto a partida marca a estreia do time fluminense na divisão de acesso ao NBB, os joseenses buscam a segunda vitória após vencerem o Unifacisa na última quarta-feira, 28.

O Macaé, comandado pelo técnico Leonardo Costa, luta pelo retorno à elite nacional após deixar o NBB no fim da temporada 2016/2017 por questão financeira. O elenco tem jogadores com rodagem maior e jovens. Três norte-americanos compõem o time: Bell (ala-pivô), Barnes (armador) e Thornton (ala-armador).

Temos que agradecer a todos os parceiros do Macaé Basquete que nos permitem manter este sonho vivo. É muito importante para nós estarmos aqui, depois de um momento delicado para instituição que, após quatro temporadas, não conseguiu jogar o NBB não por motivos esportivos, mas sim por uma situação financeira. Nos reorganizamos para manter o projeto sólido por anos e anos e não só por mais um NBB. E tenho certeza, o que está reservado para nós a frente é uma trajetória de sucesso – disse Leonardo Costa no evento de apresentação da equipe.

O São José disputou o NBB pela última vez na temporada 2015/2016. Depois, encerrou as atividades do time adulto também por falta de dinheiro. De volta neste ano e com o objetivo de conquistar o acesso, os joseenses estrearam na Liga Ouro na última quarta-feira, 28. Em Campina Grande, bateram o Unifacisa por 82 a 56.

O técnico da equipe, Paulo Cezar Jaú, aprovou a atuação do time na estreia e vai manter a estratégia para o jogo contra Macaé.

A avaliação da estreia é positiva. Foi muito boa. Tivemos uma proposta de jogo de ter uma defesa forte desde o início e atacar coletivamente. (...) A vitória sempre é bem-vinda. Dá uma animada, confiança... Sabemos que será um jogo difícil contra Macaé. Eles têm um técnico estudioso, jogam em cima de um sistema... Queremos manter a defesa sólida e o ataque coletivo. A estratégia é a mesma. Não deixar eles correrem muito, ter um ataque organizado, valorizar a posse de bola – afirmou.