Em período de adaptação, Calabres ganha chance inesperada no Santos

A chance inesperada pode ser motivo de ânimo para Calabres

Gabriel Calabres vive período de adaptação no Santos - Foto: Ivan Storti

Gabriel Calabres não estava na lista de relacionados do Santos para a partida contra o Novorizontino, mas viajou com a delegação e será opção no banco de reservas. Explica-se: Copete pediu para não viajar e abriu espaço para o meio-campista. O colombiano não está se sentindo bem após ir mal e ser substituído no intervalo do empate em 1 a 1 com o Corinthians, no último domingo, no Pacaembu.

A chance inesperada pode ser motivo de ânimo para Calabres. Esperança do Peixe após se destacar na Copa São Paulo de Futebol Júnior, o meio-campista ainda não vingou e espera a primeira chance com o técnico Jair Ventura. Diogo Vitor, promovido ao elenco profissional recentemente, estreou e fez gol no clássico.

Gabriel Calabres vive período de adaptação. Ele, aos 19 anos, tem sentido o peso de ser um jogador profissional do alvinegro e não tem traduzido seu potencial em destaque nos treinamentos. Em jogo-treino contra o São Bernardo, por exemplo, o jovem pouco apareceu e se decepcionou com o rendimento.

A comissão técnica prega cuidado com o Calabres e dá tempo para que ele possa se ambientar e se sentir seguro para jogar. Há a preocupação em queimá-lo ao escalá-lo sem 100% das condições técnicas e físicas.

“O Calabres fez uma excelente Copinha, chamou a nossa atenção e está se ambientando ao elenco profissional. É preciso ter paciência. Ele é um meia armador, mais clássico, mas que também pode atuar mais recuado, vindo de trás. É um jogador de muito potencial”, disse Jair Ventura, em entrevista exclusiva à Gazeta Esportiva. 

Depois de despontar na base da Ferroviária, Gabriel Calabres chegou ao Santos para o sub-20 e também passou pelo time B. Seu contrato vai até o fim de 2019.