Neto reforça expectativa por convocação para Seleção: ‘Estou na briga’

Após vitória por 2 a 0 do Valencia sobre o Sevilla, goleiro completa oito jogos sem ser vazado e espera ser lembrado por Tite

Neto, na vitória do Valencia por 2 a 0 sobre o Sevilla: oitavo jogo sem ser vazado do brasileiro pelo clube - Foto: Cristina Quicler / AFP

Na véspera da última convocação antes da lista oficial para a Copa do Mundo, o goleiro Neto vive expectativa de ser lembrado por Tite. Neste sábado, o brasileiro ajudou o Valencia na vitória por 2 a 0 sobre o Sevilla e completou oito jogos sem ser vazado desde que chegou ao clube, no início da atual temporada. Ele diz que estará pronto para uma possível participação na seleção brasileira.

– Como venho dizendo, estou focado em continuar fazendo um grande trabalho no Valencia. O Brasil está muito bem servido e conta com ótimos goleiros, mas acredito que estou na briga. Um dos meus objetivos é voltar à Seleção e irei lutar por isso até o fim. O Taffarel e o Tite estão acompanhando todas as ligas e, se eu receber a chance, estarei preparado – afirmou o goleiro.

Neto esteve no grupo da seleção brasileira que foi medalha de prata nos Jogos Olímpicos de Londres, em 2012, quando fez dois jogos, e era um dos convocados na Copa América de 2015, no Chile. Aos 28 anos, ele tem 27 jogos pelo Valencia na temporada e sofreu 28 gols.

Neto foi convocado pela primeira vez para a Seleção por Mano Menezes, em 2010, quando defendia a Fiorentina. Também foi chamado por Dunga, mas nunca entrou em campo com a camisa do Brasil e não esteve nas listas anteriores de Tite.

Alisson, Ederson e Cássio são os favoritos do técnico brasileiro. No entanto, Neto recebeu recentemente a visita do preparador de goleiros da Seleção, Taffarel, em Valência, e está no radar de Tite.

Nesta segunda, às 11h, o treinador divulgará os convocados do Brasil para os amistosos contra a Rússia, no dia 23 de março, em Moscou, e Alemanha, no dia 27 de março, em Berlim.