Homem se fingia de médico para assediar mulheres em consultas

De acordo com a polícia, as denúncias sobre o caso começaram a aparecer desde o dia 20 de fevereiro.

Caso foi registrado e investigado pela delegacia da cidade - - Foto: Jornal da Nova

A Polícia Civil de Anaurilândia prendeu nesta segunda-feira (12), após quase um mês de investigações, um homem que se passava por médico para assediar pacientes mulheres da cidade.

O caso foi revelado por meio de nota do órgão. No texto, é apontado que o homem, que não teve identidade revelada, aproveitava-se das falsas consultas para conseguir o contato telefônico de algumas vítimas e depois pedir fotos nuas para avaliações picaretas sobre seus estados de saúde.

De acordo com a polícia, as denúncias sobre o caso começaram a aparecer desde o dia 20 de fevereiro. O falso médico foi indiciado por uso de falsa identidade, por possuir documentação médica falsificada, e permanecia detido na delegacia da cidade até a publicação desta matéria.

A reportagem entrou em contato na delegacia para identificar quantas vítimas o falso médico fez, mas o delegado de Bataguassu, que também atende a unidade de Anaurilândia, Guilherme Scucuglia Cezar, não foi localizado para dar mais detalhes.