Grupo Pavei vai patrocinar Judô Nota 10, projeto social ameaçado por falta de apoio da Prefeitura

Empresário Dalto Pavei disse que após ler a reportagem, percebeu a dimensão da importância da iniciativa.

Grupo Pavei vai patrocinar Judô Nota 10, projeto social ameaçado por falta de apoio da Prefeitura - Foto: Marcos Tomé/Região News/Arquivo

O empresário Dalto Pavei, sensibilizado com a amplitude social da iniciativa que oferece a 300 crianças no contraturno da escola, treinamento de judô na quadra coberta da Escola Estadual Catarina de Abreu, decidiu apadrinhar o Judô Nota 10.

O projeto ainda não foi retomado neste ano e seria encerrado, segundo o vereador Josafá Silva, porque o prefeito Marcelo Ascoli se negou autorizar a manter a contrapartida do município, o pagamento do salário de R$ 1.300,00 ao professor que duas vezes por semana vem de Campo Grande para treinar as crianças.

Em mensagem dirigida à redação do Região News, o empresário Dalto Pavei disse que após ler a reportagem postada nesta segunda-feira, percebeu a dimensão da importância da iniciativa, entrou em contato com o vereador Fá e colocou seu grupo empresarial a disposição para manter “este maravilhoso trabalho social”.

“Posso garantir que o sonho não vai acabar. O professor vai continuar. O Nutri Shopping Supermercado e a Agro Shopping Construção e Agropecuária estão junto com o Fá. Vamos nessa. O Grupo Pavei apoia o esporte. Tamo junto garotada. Vamos arrumar quimonos que as aulas vão continuar”, diz o empresário ao assumir o compromisso com o projeto Judô Nota 10.

 

Leia mais: Sem apoio da Prefeitura, vereador anuncia fim de projeto social que atendia 300 crianças