Del Potro vence jogaço, é campeão e encerra invencibilidade de Federer no ano

Argentino joga com coração, salva match points e conquista o título em Indian Wells, seu primeiro em um torneio de nível Masters 1000

- Foto: Globo Esporte

No confronto entre os dois jogadores que mais somaram pontos na atual temporada, melhor para Juan Martin Del Potro. Em um jogaço e atuando com muita garra, o argentino chegou a perder match point no segundo set, salvou outros dois no terceiro, e construiu uma merecida vitória sobre Roger Federer, atual número 1 do mundo, por 2 sets a 1, parciais de 6/4, 6/7 (8) e 7/6 (2), em 2h41, para levar o título do Masters 1000 de Indian Wells.

O resultado encerra a invencibilidade de Federer na atual temporada após 17 vitórias consecutivas. No entanto, o suíço segue na liderança da ATP. Para Del Potro, o título significa o seu primeiro em nível Masters 1000 e também a subida do 8º para o 6º lugar no ranking. Em finais entre os dois, foi a quarta vitória do argentino contra duas de Federer.

Se Federer tinha 17 vitórias seguidas, agora é Del Potro quem emplaca uma ótima sequência. Em duas semanas, foi campeão do ATP de Acapulco, no México, e do Masters 1000 de Indian Wells, nos Estados Unidos, emplacando 11 triunfos consecutivos.

O jogo

Assim como na partida de semifinal, contra Borna Coric, Federer mostrou neste domingo certa dificuldade em controlar o ritmo da partida com a quadra um pouco mais lenta. Porém, o confronto começou bastante equilibrado, com os tenistas mantendo seus serviços. Del Potro, inapelável com seu potente saque sequer deu chance de break. O suíço, por outro lado, jogou um quinto game abaixo e levou a quebra de zero. O argentino segurou bem a vantagem e fechou em 6/4.

No segundo set, Del Potro começou incomodando o saque de Federer e o suíço precisou salvar dois break points para conseguir confirmar o serviço. Federer seguia errando mais que o normal, mas os tenistas foram mantendo seus saques. No décimo game, o melhor do mundo cresceu, chegou a ter dois set points, mas o argentino novamente atuou com muita segurança e deixou tudo igual, em 5/5. A decisão ficou para o tie-break.

O game desempate foi alucinante. Com os saques bem encaixados, Del Potro se colocou em dificuldade quando precisou jogar com o segundo serviço, em 3-3. Federer devolveu bem e mandou um winner na cruzada para abrir o mini break. O suíço encaixou mais dois bons serviços e fez 6-3, com três set points. Del Potro salvou dois sacando bem e a torcida chegou a comemorar a vitória de Federer, quando o número 1 sacou firme e a devolução do argentino foi para fora. No entanto, Del Potro desafiou o ponto e o saque tinha ido para fora. Irritado, Federer cometeu dupla falta e recolocou o rival no jogo, com 6-6.

Foi como se um novo jogo tivesse começado a partir dali. Tenso, Del Potro errou uma direita no fundo da quadra que poderia lhe colocar em vantagem com o saque. Ainda assim, o argentino sacou bem duas vezes e abriu 8-7, desta vez com o match point. Na devolução, ele fez Federer jogar e novamente perdeu a chance com uma bola fora no forehand. O suíço cresceu, confirmou mais um e, desta vez, pressionou o saque de Del Potro para fechar em 10-8, empatando o jogo.

No último set, mais uma vez, a decisão ficaria para os mínimos detalhes. Até o 4/4, nenhum dos tenistas deu chance de quebra e mantiveram seus serviços. Porém, Roger Federer parece que esperou para dar o bote no momento certo. Teve um break point e Del Potro salvou com um ótimo saque. Em seguida, em mais uma chance, jogou bem demais e forçou o argentino ao erro após uma bela cruzada. Com 5/4, o número 1 do mundo sacou e teve dois match points. Mas, o argentino cresceu, salvou ambos e levou para iguais. Federer até teve mais uma chance de fechar o jogo, mas Del Potro encontrou dois break points e, no segundo, subiu à rede e deixou tudo igual, em 5/5.

Embalado, Del Potro confirmou o serviço e Federer também manteve seu game. Novamente, a decisão ficou para o tie-break. O argentino saiu na frente com dois mini breaks, contando com uma dupla falta do suíço e uma linda devolução na cruzada para fazer 3-0. Mais uma vez, Del Potro fez valer os seus serviços e conquistou os pontos abrindo 5-0. Novamente, Federer cometeu uma dupla falta e viu o argentino sacar em 6-1. "A Torre de Tandil" cometeu um erro não forçado na primeira chance, mas viu Federer jogar a bola fora na sequência para fazer 7-2 e vibrar com um título mais que merecido.