Maracujá produzido no Jiboia entra na composição de Chopp artesanal mineiro

A cooperativa tem hoje uma produção mensal de 500 quilos de polpa que em 2017 teve apenas um único cliente, a Prefeitura de Sidrolândia

A Cervejaria Ouropretana está há 6 anos no mercado das cervejas artesanais e hoje, conta com 6 estilos fixos em sua linha, fora alguns sazonais - Fotos: Reprodução/Facebook

Além de conquistar o selo de identificação da agricultura familiar, conferido pela Delegacia Federal da Agricultura, que será entregue no próximo dia 23, a Cooperativa Mista Familiar da Agricultura e Pecuária enviou neste mês de avião para Minas Gerais, 150 quilos da polpa de maracujá que produz na pequena indústria que mantém no Assentamento Jiboia, a Sidropolpas.

O lote foi vendido para uma cervejaria de Ouro Preto (a Cervejaria Ouropretana) utilizar na composição de uma nova linha de chopp da indústria que mantém várias lojas de revenda na capital mineira, Belo Horizonte. É mais uma oportunidade de mercado que surge para a COOFPAF, iniciativa criada em 17 de novembro de 2016, hoje com 40 associados, pequenos produtores de Sidrolândia, Itaporã e Dois Irmãos do Buriti.

A cooperativa tem hoje uma produção mensal de 500 quilos de polpa que em 2017 teve apenas um único cliente, a Prefeitura de Sidrolândia. Neste ano garantiu a venda de 11 toneladas, 6 para a Prefeitura e 5 destinadas à Conab (Companhia Nacional de Abastecimento) que repassa à entidades filantrópicas, além de fornecer R$ 2.700,00 em polpa para compor a merenda escolar da Escola Estadual Sidrônio Antunes de Andrade.

Segundo o presidente da cooperativa, Alberto Alves de Souza, a intenção é ampliar esta produção para 3 toneladas por dia e assim terá escala para chegar aos supermercados. Já foi aprovado no Ministério da Agricultura um projeto orçado em R$ 364 mil para instalar uma indústria de pequeno porte para a produção de polpa de maracujá, goiaba, limão rosa, acerola, abacaxi, manga e seriguela.

A cervejaria que vai usar o maracujá do Jiboia

A Cervejaria Ouropretana está há 6 anos no mercado das cervejas artesanais e hoje, conta com 6 estilos fixos em sua linha, fora alguns sazonais. Dentre eles alguns clássicos como pilsen, pale ale e weiss e outros como uma brown porter maturada em madeira amburana e uma Califórnia common com adição de café. A Experimento Beers trouxe um conceito muito interessante ao mercado, utilizando sempre em suas receitas frutos brasileiros produzidos por pequenas cooperativas espalhadas Brasil afora.

Na sua página oficial nas redes sociais, a cerveja assim descreve o novo produto que será lançado em Belo Horizonte, que tem entre seus ingredientes o maracujá produzido em Sidrolândia.

“A cerveja é uma receita do estilo India Pale Ale (IPA) com adição de polpa de maracujá in natura, vinda diretamente do Assentamento Jiboia, uma cooperativa mista familiar de agricultura e pecuária da zona rural de Sidrolândia, Mato Grosso do Sul - a COOPFAP Sidropolpas, que produz atualmente 6 mil quilos por mês. A cerveja traz, além de uma refrescância incrível e uma explosão de sabores e aromas cítricos, adocicados e uma leve acidez, toda a riqueza da experiência em trabalhar com essas pessoas e com esse produto especificamente. O maracujá, totalmente in natura, veio de avião a BH e foi necessário mantê-lo o tempo todo em cadeia fria, o que implicou um empenho máximo de todos os envolvidos”. Depois da versão Chopp, o maracujá será testado para produção de uma linha especial de cerveja.