Secretário diz que professor já ganha piso e acumulou 10,25% de reajuste neste ano

Até 2016, professores recebiam em torno de R$ 1.198,00, desde o ano passado, passaram a ganhar R$ 1.503,00, um aumento de 13,42%.

Secretário de Governo, Clayton Ortega - Foto: Marcos Tomé/Região News

Os professores da rede municipal de ensino já ganham o piso nacional que é de R$ 2.455,35, para quem dá 40 horas semanais, ou seja, dá aulas nos turnos da manhã e da tarde. De acordo com o secretário de Governo, Clayton Ortega, atualmente o professor que cumpre esta jornada recebe R$ 3.722,96. Aqueles que trabalham um período ganham R$ 1.686,48, acima do valor do piso para esta mesma jornada, que é R$ 1.227,75.

Mesmo com todas as dificuldades financeiras que a Prefeitura vem enfrentando desde 2017, sem aumento real (acima da inflação) na arrecadação, o secretário de Governo, aponta algumas conquistas salariais concedidas, como o aumento no salário dos professores contratados (representam metade da categoria).

Até 2016, eles recebiam em torno de R$ 1.198,00, desde o ano passado, passaram a ganhar R$ 1.503,00, um aumento de 13,42%. Os efetivos asseguraram 10,25%, sendo 3% em agosto e mais os 7,05% com o pagamento da equiparação em setembro, num ambiente econômico de inflação abaixo dos 3%.

“A Prefeitura já cumpre o piso nacional de 40 horas. O piso nacional foi fixado em R$ 2.455,35, por dois períodos de aula. Quem faz os dois períodos, está recebendo R$ 3.372,96”, lembra o secretário.