Reinaldo Azambuja destaca alicerces para MS não voltar a ser o último em transparência

O governador destacou também que a transparência pública não é feita para o Governo, mas para as pessoas saberem onde e como é investido o dinheiro dos impostos.

- Foto: Portal do MS

Durante o lançamento do sistema informatizado de Ouvidoria (e-OUV) nesta terça-feira (20.3), no auditório do Sebrae, em Campo Grande, o governador Reinaldo Azambuja afirmou que Mato Grosso do Sul conquistou a excelência em transparência por meio de um trabalho com bases sólidas para nunca mais voltar a ser o último no ranking nacional.

“Esse avanço na área de transparência foi feito com pilares, alicerces extremamente fortes, para no futuro não ter retrocesso, dar um passo atrás, voltando aos indicadores que tivemos em um passado bem recente, último lugar em transparência no País”, disse.

No governo Reinaldo Azambuja, o Portal da Transparência de Mato Grosso do Sul avançou da “lanterninha” no ranking, em 2015, com nota 1,4, para a primeira colocação, com a nota máxima. Foram duas notas 10 consecutivas da Rede de Controle.

O governador destacou também que a transparência pública não é feita para o Governo, mas para as pessoas saberem onde e como é investido o dinheiro dos impostos.

O Sistema de Ouvidorias do Poder Executivo Estadual é mais um canal de diálogo com a sociedade, além do Portal da Transparência e do Sistema de Informação ao Cidadão (E-sic). Por meio da plataforma na internet, serão recebidas denúncias, reclamações, sugestões, elogios e solicitações à Controladoria Geral do Estado e demais órgãos e entidades do Poder Executivo.