Contribuintes começam a receber carnê do IPTU com redução de até 61%, diz Prefeitura

O carnê entregue ou impresso traz as opções para pagamento à vista com 30% de desconto, ou em 3 parcelas com 20% de desconto.

Contribuintes começam a receber carnê do IPTU com redução de até 61%, diz Prefeitura - Foto: Rafael Brites/Assessoria de Imprensa

Começou a distribuição nesta semana dos 10.820 carnês do IPTU/2018, que vence em 13 de abril. Além de elevar de 20 para 30% o desconto no pagamento à vista, a Prefeitura de Sidrolândia, que alterou a planta genérica, mudando a setorização dos imóveis e restringindo o setor A (o mais valorizado) aos localizados na Avenida Dorvalino dos Santos, entre as ruas Ponta Porã e Rio de Janeiro, garante redução de até 61% no valor do imposto.

O carnê entregue na residência ou impresso pelo site traz as opções para pagamento à vista com 30% de desconto, ou em três parcelas com 20% de desconto. O contribuinte que optar pelo pagamento em cinco parcelas com direito a 10% de desconto, deve se dirigir ao Setor de Tributação, na Rua Santa Catarina 244 para retirar o carnê com esta opção. Quem não receber o carnê até o dia 10 de abril, deve procurar o Setor de Tributação para retirar antes do prazo inicial de pagamento.

Com a mudança da setorização, o imóvel do contribuinte (que foi reclassificado do setor A para o B), que ano passado teve um IPTU de R$ 1.218,00, com 20% de desconto, pagou R$ 974,00. Esse ano de 2018 esse valor caiu para R$ 753,80 (redução superior a 61%) caso parcele, e se pagar à vista fica R$ 527,00, uma redução de quase 40%.

Outros setores também terão redução nos valores do IPTU em 2018, entre os quais estão; Bairro Cascatinha, Jardim Paraíso, Rua João Márcio Ferreira Terra, Avenida Antero Lemes da Silva. Quem mora na Rua João Márcio Ferreira Terra que recebeu um IPTU de R$ 753,80 o ano passado, esse ano vai vir em torno de R$ 559,00 e se pagar à vista será R$ 391,00, em torno de 40% a menos.

Aproximadamente 15% do perímetro com inscrições no Imposto Predial e Territorial Urbano ainda não será contemplado porque não foi possível a mudança de setor.