Traficantes são perseguidos e durante fuga droga fica espalhada em rodovia

A droga seria levada para Goiânia e não há informações do valor que eles receberiam pelo serviço.

- Foto: Midiamax

Duas camionetes Hilux foram perseguidas pela polícia, na manhã desta terça-feira (27) de Campo Grande até a BR-060, próximo ao frigorifico da JBS na saída para Sidrolândia. Uma delas capotou e vários tabletes de droga ficaram espalhados na rodovia.

Informações são de que a polícia através do serviço de inteligência descobriu a rota das camionetes com a droga. Houve perseguição e na tentativa de fugir, os traficantes subiram o viaduto achando que havia saída capotando as camionetes. Os tabletes, em torno de 3 toneladas, ficaram espalhados na rodovia.

Um dos autores, que seria um paraguaio, foi preso já o outro traficante fugiu em meio a uma matagal, e a polícia tenta encontrá-lo, assim como, os batedores. A droga seria levada para Goiânia e não há informações do valor que eles receberiam pelo serviço.

Um helicóptero da Polícia Militar foi acionado e faz buscas pelo suspeito foragido. Conforme o BPMre, há uma semana chegou a informação de que a quadrilha tentaria passar a droga para Goiás. “Nossa inteligência começou a monitorar e começamos a perseguição hoje, quando eles pegaram a rota errada e um capotou”, explicou o major Josafá Dominoni.

O motorista da caminhonete que capotou é um paraguaio de 22 anos que não teve a identidade divulgada. Ainda sem pesagem oficial, os policiais estimam em três toneladas de maconha, sendo dois quilos de cocaína juntos.

As caminhonetes eram roubadas e estavam equipadas com rádios comunicadores, além de várias placas diferentes, que eram trocadas a cada rodovia que passavam. Há suspeita da polícia de que dois batedores faziam parte da quadrilha, mas não foram localizados. (Com informações Correio do Estado).