Após ser internada com problemas respiratórios, jovem faz alerta sobre uso de narguilé

Em seu perfil pessoal no facebook a jovem fez uma postagem na tarde desta terça-feira (27), onde ela deixa um alerta para os jovens que fumam o narguilé.

- Fotos: Reprodução/Facebook

Pamela laize Amorim Souza de 20 anos moradora no bairro Benedito Rondou está internada no hospital de Rio Brilhante desde o último domingo (25), com complicações respiratórias, causando infecções e pneumonia devido ao uso excessivo do narguilé.

Em seu perfil pessoal no facebook a jovem fez uma postagem na tarde desta terça-feira (27), onde ela deixa um alerta para os jovens que fumam o narguilé. Quem faz o consumo em longo prazo estaria associado com um maior risco para câncer de boca e bexiga. Ao consumir o narguilé, além de absorver substâncias tóxicas, a pessoa inala os produtos da combustão do carvão utilizado para queimar o fumo.

Até o fim do dia sua postagem já tinha atingido há 343 compartilhamentos, mais de 450 curtidas e centenas de comentários. Em sua publicação ela trás a mensagem:

Boa tarde. Venho aqui abrir o olho de vocês jovens que fuma Narguile, bom se conselho fosse bom não era dado era vendido, Então por vontade própria PAREM DE FUMA. isso me causo infecção, e veio Pneumonia. 
NARGUILE NÃO PRESTA. Fui sim muito mais aonde está meu resultado ? AQUI NUMA CAMA DE HOSPITAL 3 EM 3 HORAS TENO MEDICAÇÃO NA VEIA. SABE PORQUE? FALTA DE AR POR CAUSA DO MALDIDO NARGUILE. Mais aí que tá quando os povo fala agente não vê que realmente faz mal , temos que passar por momento difícil e realmente vê que faz mal. E com os erros que aprendemos viver então eu to aqui não é um conselho e sim um aviso aquela desgraça não presta! Se continuar sabe o futuro né? A morte. Então para enquanto a tempo!!!!! ABRAÇOS”. 

A redação do site Rio Brilhante em Tempo Real conversou com a jovem que disse, “Gostaria que os jovens parassem com isso, pois o que estou passando não desejo a ninguém. Gostaria de chamar a atenção dos jovens para que eles realmente vissem o quanto isso faz mal.”

Narguilé

De acordo com dados da Organização Mundial de Saúde (OMS), os tabacos usados no narguilé, que têm diversas essências, apresentam quatro vezes mais nicotina, 11 vezes mais monóxido de carbono e 100 vezes mais alcatrão do que o cigarro comum. Além disso, segundo a organização, consumir uma rodada no cachimbo é equivalente a fumar 100 cigarros.

O geriatra Rychard Arruda alerta que o carvão usado para acender o narguilé também é inalado e é prejudicial à saúde. “A brasa é colocada em cima do tabaco, ele vai esquentar e a água que vai embaixo serve para resfriar, gerando a fumaça. Em momento algum ela purifica ou retira toxinas”, explica.

O médico ainda pondera o risco de transmissão de doenças contagiosas. “Isso porque as piteiras por onde se fuma são compartilhadas por várias pessoas ao mesmo tempo. Então a gente percebe um alto risco de herpes labial e até doenças mais graves, como a tuberculose e hepatite C”. 

No Brasil, a venda de produtos para narguilé é liberada para maiores de 18 anos. (Com informações Rio Brilhante em Tempo Real).