Auditoria mostra que em três anos desvio na APAE pode ter superado R$ 718 mil

Desvio de recursos doados a APAE pode ter chegado a R$ 718.049,09. Até agora está comprovado o desvio de R$ 367.049,09.

Presidente da APAE, Gláucio Eidi Hisatsugu - Foto: Marcos Tomé/Região News

Nos últimos três anos, o desvio de recursos doados a APAE de Sidrolândia pode ter chegado a R$ 718.049,09, que representa a diferença entre o valor total dos lances de arremate oferecidos nos leilões beneficentes realizados de 2015 a 2017 e a receita obtida com eventos filantrópicos em favor da instituição, a Festa Junina e a barraca montada na Exposição Agropecuária.

O relatório apresentado pelos advogados Guilherme Carnavelli e Patrícia Dal Pas, que nos últimos dois meses fizeram uma auditoria nas contas da entidade, mostram uma receita total com leilões e os eventos no valor de R$ 1.035.648,86, mas efetivamente, se conseguiu comprovar que entraram na conta da instituição R$ 317.599,77.

Até agora está comprovado o desvio de R$ 367.049,09 e documentação, segundo o presidente da APAE, Gláucio Eidi Hisatsugu, a estimativa é que o ex-funcionário Glauciomar de Oliveira da Silva, se apropriou de pelo menos metade deste valor, em torno de R$ 183 mil, para isto, ele usou a conta bancária da mulher e da irmã, além de ter usado dinheiro da instituição para pagar contas pessoas.

Há uma interrogação sobre uma parcela de R$ 300 mil em lances de leilões sobre quais não há nenhuma documentação. Sejam recibos dos arrematadores, cópias dos cheques que eles emitiram e entregaram a Glauciomar. Outra hipótese é de que parte dos lances não tenha sido efetivamente paga.

A dificuldade de rastreamento do destino dado aos recursos destinados à APAE decorre do formato heterodoxo de gestão usado por Glauciomar, possível porque desfrutava da total confiança da diretoria. Muitas vezes, recorria ao comércio para trocar os cheques em favor da instituição. Esta foi à explicação que ele deu para o fato de cheques da entidade terem aparecido em contas de empresas privadas.

Receitas das promoções

Leilão – 2015

Valor total dos lances - R$ 326.589,40

Valor não localizado - R$  156.162,45

Leilão - 2016

Valor dos lances - R$ 344.439,46

Valor não encontrado – R$ 134.696,94

Leilão - 2017

Valor dos lances - R$ 313.620,00

Valor não encontrado – R$ 76.189,70

Receita com Festa Junina e participação na Exposição 

De 2015 a 2017 - R$ 51.000,00