Com R$ 22 milhões, Sanesul vai ampliar rede para garantir esgoto a 70% da população

A cidade é uma das 16 áreas de concessão contempladas com o financiamento de R$ 190 mi do Avançar Cidades - Saneamento.

Secretários Nilo Cervo e Ivan Santos em reunião com os vereadores, Itamar Souza, Vilma Felini, Jean Nazareth, Kennedi Forgiarini, Edno Ribas, Valdecir Carnevalli e Carlos Tadeu - - Foto: Marcos Tomé/Região News

A Sanesul vai investir R$ 22.950.00,00 na ampliação da rede de esgoto para garantir que em 2020 aproximadamente 70% da população urbana de Sidrolândia tenha disponível rede de esgoto em frente de casa. A cidade é uma das 16 áreas de concessão da estatal contempladas com o financiamento de R$ 190 milhões, recursos de um financiamento obtido junto à Caixa Econômica Federal dentro do programa "Avançar Cidades".

Atualmente a cidade dispõe de aproximadamente 2 quilômetros, com 713 ligações, o que corresponde a 10% de cobertura da população. A Estação de Tratamento de Esgoto tem capacidade para tratar 30 litros de esgoto por segundo.

A confirmação do investimento, que atende a meta de expansão da rede de esgoto firmado em 2009, quando foi renovado o contrato de concessão, foi revelada durante reunião dos secretários de Infraestrutura, Nilo Cervo e de Desenvolvimento Rural e Meio Ambiente, Ivan Santos com os vereadores. Eles apresentaram o mapeamento de expansão da rede que vai cobrir praticamente toda a parte alta da cidade no quadrilátero formado pelas ruas Mato Grosso, Ponta Porã e Aquidaban.

Os secretários aproveitaram para destacar a participação da Câmara, que no final de 2017, aprovou em regime de urgência o plano municipal de saneamento, instrumento fundamental para garantir a aprovação do financiamento. “O projeto foi consenso entre os 15 vereadores que avaliaram a importância de garantir investimento em saneamento básico”, destacou Jean Nazareth.

Além de Sidrolândia os R$ 190 milhões do Avançar Cidades - Saneamento vai beneficiar; Amambai, Antônio João, Aquidauana, Batayporã, Chapadão do Sul, Guia Lopes da Laguna, Jardim, Maracaju, Naviraí, Nova Andradina, Paranaíba, Paranhos, Ponta Porã, Ribas do Rio Pardo e Terenos. A Sanesul deve detalhar nos próximos dias qual parcela de recursos será aplicada em cada cidade.