PC faz contas e projeta classificação da Ferroviária com dez pontos

Treinador da Locomotiva aponta competitividade de 2017, quando paulistas foram eliminados.

Ferroviária em ação contra o RB Brasil, último jogo do Troféu do Interior - Foto: Beto Boschiero/ Divulgação Ferroviária

Ferroviária entrará em campo durante a disputa da Série D do Campeonato Brasileiro com a calculadora em mãos. Afeito aos cálculos, o técnico PC de Oliveira já estabeleceu uma pontuação segura para a Locomotiva se classificar à fase de mata-mata.

Temos de jogar bem em casa na estreia e preparar para fazer dois jogos fora difíceis. A conta que fazemos é que nove pontos não dê mais para se classificar. Teria de ser dez pontos para cima para chegar à fase de mata-mata – alertou o comandante.

Não sem razão. Na última Série D, das 34 vagas ofertadas para o primeiro e segundo de cada grupo, só 12 foram para times que somaram menos de dez pontos, 35%. Só dois líderes se classificaram com uma pontuação de um dígito. Para piorar o panorama, os paulistas não conseguiram sequer uma destas vagas.

A regionalização é injusta, pois as grande equipes estão nas regiões Sul e Sudeste. O custo tem peso nessa escolha, claro. Mas a gente espera passar de fase até por conta disso, todas as equipes paulistas não passaram no ano passado. Mas a gente espera tentar entende o que é a Série D – pondera PC.

Integrante do Grupo 16, a Locomotiva estreia no próximo dia 21, às 19h, contra o Novo Hamburgo, na Arena da Fonte Luminosa. A chave ainda conta com Tubarão-SC e Cianorte-PR.