Sette Câmara brilha, e fica em segundo lugar na prova de abertura da Fórmula 2

Brasileiro faz largada espetacular, ganhando quatro posições nos primeiros metros, e resiste a ataque de Markelov até a última volta; Norris domina e vence de ponta a ponta no Barein.

- Foto: Globo Esporte

A equipe Carlin fez dobradinha na corrida de abertura da temporada 2018 da Fórmula 2, com vitória do britânico Lando Norris e a segunda posição do brasileiro Sérgio Sette Câmara. Norris, que havia conquistado a pole position, dominou a prova de ponta a ponta, totalizando o máximo possível de 31 pontos no campeonato (25 pela vitória, quatro pela pole e dois pela volta mais rápida), enquanto o brasileiro pulou de sexto para segundo na largada e manteve a posição até o fim mesmo com grande pressão do russo Artem Markelov, que completou o pódio.

Markelov, aliás, foi outro destaque da corrida, pois terminou em terceiro depois de largar em 17º e subiu no pelotão com diversas ultrapassagens. Completaram a zona de pontuação, da quarta à décima posições, o tailandês Alexander Albon, o inglês George Russell, o holandês Nick de Vries, o indonésio Sean Gelael, o alemão Maximilian Gunther, o inglês Jake Aitken e o suíço Ralph Boschung.

Com o grid invertido entre os oito primeiros colocados da prova deste sábado, a largada da corrida deste domingo terá Gunther na pole position ao lado de Gelael, com Sette Câmara largando na sétima posição, uma à frente de Norris. O SporTV transmite ao vivo a partir das 8h10 (de Brasília).

Brasileiro faz largada sensacional

A primeira largada foi abortada depois que George Russell, o segundo no grid, deixou o carro apagar, assim como Artem Markelov e Roberto Merhi, e uma nova volta de apresentação foi dada. Russell ainda conseguiu voltar à sua posição de origem no grid, enquanto os demais tiveram de largar dos boxes.

Norris manteve a liderança sem problemas após a largada, e Sette Câmara fez uma saída espetacular, ganhando quatro posições, com Russell caindo para quinto. No entanto, o brasileiro foi ultrapassado por Nick de Vries na abertura da segunda volta, enquanto Norris já abria grande vantagem.

Alexander Albon passou Nirei Fukuzumi na quarta volta, assumiu o quarto lugar e partiu para cima de Sette Câmara. Na sétima passagem, o brasileiro foi ultrapassado, mas conseguiu dar o troco na curva seguinte, retomando a terceira posição.

Enquanto isso, Norris seguia disparando na frente, abrindo nove segundos de vantagem sobre De Vries e dez sobre Sette Câmara, com apenas dez de 31 voltas completadas. Logo depois, o holandês começou a perder rendimento por causa do desgaste dos pneus, e Sette Câmara reassumiu o segundo lugar com uma ultrapassagem espetacular no fim da reta dos boxes, na abertura da 12ª volta.

Sette Câmara e Albon entraram juntos nos boxes na abertura da 17ª volta e o brasileiro voltou à pista em sétimo, enquanto o tailandês caiu para nono, superado por Louis Deletraz, que havia entrado antes para a troca de pneus. O brasileiro voltou do pit stop atrás de Russell, que antecipara a parada, mas na 19ª volta fez a ultrapassagem.

Markelov dá show e brasileiro se defende na marra

Naquele momento, Norris também já havia feito o pit stop e era o segundo, à frente de Sette Câmara e atrás apenas de Arjun Maini, que havia prolongado a janela de pit stop. Quando o indiano parou para a troca de pneus, a dupla da Carlin voltou a fazer dobradinha na ponta.

Com os primeiros colocados usando pneus macios, Norris começou a administrar a vantagem, enquanto Sette Câmara passou a fazer suas melhores voltas na prova para garantir o segundo lugar. Mas quem fazia grande corrida era Markelov, que se aproximou de Albon e fez a ultrapassagem na abertura da 26ªvolta.

Com o carro em melhores condições, Markelov partiu com tudo para cima de Sette Câmara e chegou a fazer a ultrapassagem no começo da última volta, mas o brasileiro deu o troco ao retardar a freada para a curva 1, na manobra mais espetacular da prova.

Enquanto Norris cruzava a linha de chegada com tranquilidade em primeiro lugar, Sette Câmara conseguia completar a dobradinha da equipe Carlin mesmo com a pressão de Markelov até a última curva.