Corpo encontrado boiando em rio é de homem que estava desaparecido

Familiares e amigos de Edmar procuravam por ele desde o início da semana.

Fachada do IML de Aquidauana para onde o corpo foi levado após ser encontrado boiando em rio - Foto: Luiz Guido Jr/O Pantaneiro

Foi identificado como sendo de Edmar Silva, de 40 anos, o corpo encontrado boiando no rio Aquidauana – a cerca de 135 quilômetros da Capital - no fim da tarde de ontem (11). O homem, que sofria de esquizofrenia, estava desaparecido desde a última segunda-feira (9).

O corpo foi identificado por familiares que estiveram, na manhã desta quinta-feira (12), no IML (Instituto Médico Legal) do município. De acordo com informações do site O Pantaneiro, Edmar morava em Anastácio e, devido a sua saúde, já havia se aposentado.

Familiares e amigos de Edmar procuravam por ele desde o início da semana. Por meio de imagens divulgadas na internet, principalmente pelas redes sociais, eles pediam ajuda para encontrá-lo.

Caso – Uma testemunha revelou que estava pescando às margens do rio Aquidauana quando viu o corpo de Edmar sendo levado pela correnteza. Uma equipe do Corpo de Bombeiros foi acionada, por volta das 17h15, para atender a ocorrência.

A vítima que, até então, não havia sido identificada, usava a antiga camiseta do uniforme escolar do governo, de cor azul, e estava sem documentos. O corpo foi resgata a aproximadamente dois quilômetros da Ponte de Ferro.