Empenho, apoio e futuro: Izabela avalia Venceslau após eliminação na LBF

Uma das mais experientes da equipe, pivô de 31 anos fala sobre tristeza com a queda nas quartas de final, mas destaca força recebida das arquibancadas e esforço coletivo.

Na noite desta quarta-feira (2), Venceslau se despediu da LBF, nas quartas de final - Foto: Paulo de Tarso Jr / Sampaio Basquete, Divulgação

Chegou a hora para o Venceslau de colocar em prática um dos discursos mais conhecidos dentro do esporte e que, de fato, funciona bem e é importante: o de que nas derrotas também se aprende muito. Após a eliminação para o Sampaio Basquete, nas quartas de final da Liga de Basquete Feminino (LBF), a pivô Izabela Andrade, uma das mais experientes da equipe, não apenas avaliou o desempenho do time nos playoffs, mas fez um balanço da campanha na competição. Um panorama o qual mistura o valor do apoio da torcida e a luta do time, mas com o sabor de que dava para ter ido além.

Ficamos muito tristes com a eliminação, o grupo todo sentiu, vínhamos de cinco vitórias consecutivas em casa. Então estávamos motivadas, mas sabíamos das dificuldades que teríamos aqui (São Luís, no Maranhão).

Mas o mais importante foi que não faltou luta, empenho. O grupo lutou demais. Mas são coisas de jogo. Nossa defesa foi muito bem, como nos últimos jogos, mas infelizmente nosso aproveitamento ofensivo esteve muito abaixo da nossa média. Então, isso custou a classificação – falou sobre o desempenho nos playoffs, principalmente no último jogo, quando a equipe fez apenas 47 pontos.

Em relação à campanha do time durante todo o campeonato, quando a equipe somou o vitórias e 11 derrotas (contando a primeira fase e os playoffs), o que significa um aproveitamento de 42,1%, Iza destacou principalmente o apoio do torcedor e a sensação de um trabalho que, para a pivô, merece continuidade. Entre os destaques individuais, Iza foi uma das referência nos arremessos de três pontos, sendo inclusive convidada a participar do Jogos das Estrelas, concorrendo no desafio deste fundamento.

Eu acredito que foi uma grande experiência para esse grupo. Crescemos, evoluímos demais. Serviu como aprendizagem a todos nós. Então, eu vejo de forma construtiva, vínhamos em uma crescente, e é isso que temos que levar daqui para frente.

O apoio de todos, principalmente do torcedor venceslauense, que lotou o ginásio, foi muito gratificante. Então estão todos de parabéns. A luta não para. O basquete de Venceslau só tem a crescer – completou.

Os próximos passos do time e das atletas serão definidos em reuniões, as quais serão marcadas após a chegada a Presidente Venceslau. O elenco descansou em São Luís até às 13h desta quinta-feira (3) e tem desembarque no Oeste Paulista previsto para a noite do mesmo dia.