Trabalhador rural morre em acidente na MS-162 após festa de aniversário da mulher

Pedro Raleia, morava desde 1999 em Sidrolândia e trabalhava há três anos na fazenda do produtor Rodrigo Basso.

Pedro Raleia, morava desde 1999 em Sidrolândia - Foto: Divulgação

Morreu no início da madrugada deste domingo (6) Pedro Raleia, 63 anos, gravemente ferido num acidente na MS-162, saída para Quebra Coco, a 12 quilômetros da área urbana de Sidrolândia.

Por volta da 1 hora da madrugada o Volkswagen Gol, modelo 2011 que dirigia, capotou, ele chegou a ser socorrido ainda com vida, mas não resistiu ao traumatismo craniano, ferimento no nariz e acabou tendo uma parada cardíaca. O idoso foi encontrado, ainda agonizante por um dos filhos, Júlio Cesar Alves da Silva, que chamou os bombeiros.

Pedro Raleia, que morava desde 1999 em Sidrolândia e trabalhava há três anos na fazenda do produtor Rodrigo Basso, planejou um jantar de confraternização que reuniu convidados como o prefeito Marcelo Ascoli, os quatro filhos e outros familiares. Foi o aniversário de 55 anos de dona Dulce Souza, esposa do senhor Pedro.

Ele foi buscar o irmão Agenor, que mora no Quebra Coco, para participar da festa. Por volta da meia-noite e meia, saiu de casa para deixar o irmão na casa dele. Transcorridos 30 minutos, sem que retornasse, surgiu à preocupação e Júlio Cesar tomou o rumo do Quebra Coco em busca do pai. Na altura da entrada das aldeias, se deparou com o carro capotado e o trabalhador rural no chão de bruços, ainda vivo. Chamou os bombeiros que o socorreram, mas não resistiu.