Com Messi, Icardi e Dybala, Argentina divulga 35 pré-convocados para a Copa

Jorge Sampaoli inclui atacantes de Juventus e Inter de Milão em lista que conta com 12 suplentes, dando espaço a três jogadores que nunca haviam sido convocados: Armani, Centurión e Battaglia

Os 35 pré-convocados por Sampaoli - Foto: Reprodução/Twitter

Federação Argentina divulgou nesta segunda-feira os 35 jogadores pré-convocados para defender a seleção do país na Copa do Mundo deste ano. O técnico Jorge Sampaoli incluiu na lista, além do astro Messi, os atacantes Dybala e Icardi - que são considerados dúvidas no torneio pela imprensa local.

As principais novidades da lista estão nas presenças do meia-atacante Ricardo Centurión, do Racing e ex-jogador do São Paulo; do lateral Cristian Ansaldi, do Torino, do meia Rodrigo Battaglia, do Sporting; e do goleiro Franco Armani, do River Plate. Os quatro não foram chamados para nenhum jogo comandado por Sampaoli até agora, seja nas eliminatórias ou amistosos. Nomes como Carlos Tévez, Javier Pastore, Fernando Gago e Ezequiel Lavezzi estão fora da Copa da Rússia.

De acordo com a federação, a relação final com os 23 jogadores que estarão na Copa do Mundo será anunciada em coletiva de imprensa de Sampaoli na próxima segunda-feira. Desta forma, apenas os jogadores desta lista participarão da preparação da equipe para o Mundial, que contará com um amistoso contra o Haiti, no dia 29 de maio.

Dúvidas

A principal dúvida está no gol. Em uma das posições mais contestadas por jornalistas argentinos e torcedores, Franco Armani, goleiro do River Plate, que vem sendo um dos principais jogadores do Millonarios no Campeonato Argentino e na Copa Libertadores está na pré-lista. Armani ainda não havia sido convocado por Sampaoli e briga por uma vaga com Sergio Romero, titular na Copa de 2014 no Brasil, Willy Caballero e Nahuel Guzmán.

Lesões

O lateral-direito do Sevilla Gabriel Mercado saiu de campo na última rodada do campeonato espanhol com dores nas costas. O volante Lucas Biglia, do Milan, sofreu uma fratura em duas vértebras em abril, mas conseguiu se recuperar e voltou a atuar na última rodada do campeonato italiano. E justamente nesse jogo, contra o Atalanta, Biglia saiu de campo depois de tomar uma pancada no mesmo local. Os dois jogadores passarão por avaliações durante a semana. A princípio, as lesões não preocupam para a Copa do Mundo. Em março, Sergio Agüero, atacante do Manchester City, sentiu um desconforto no joelho esquerdo, fez uma artroscopia e ficou de fora do restante da temporada.

Agenda

A Argentina fará um amistoso de despedida para a torcida. Enfrenta o Haiti no dia 29 de maio no Estádio La Bombonera, do Boca Juniors. Até agora, essa é a única partida antes da Copa do Mundo confirmada pela Associação de Futebol Argentino (AFA). Depois do confronto com os haitianos, a delegação argentina embarca para Barcelona, onde fará o restante da preparação para o Mundial.

O segundo rival em amistoso antes do Mundial deve ser Israel, no dia 9 de junho, na casa do adversário, exatamente uma semana antes da estreia contra a Islândia, no dia 16. O último jogo da equipe de Messi e companhia em solo argentino também foi na Bombonera. Na penúltima rodada das eliminatórias para a Copa, a Argentina empatou por 0 a 0 com o Peru no estádio xeneize.

A Argentina estreará na Copa do Mundo no dia 16 de junho, quando enfrentará a Islândia, em Moscou, às 10h (de Brasília). Cinco dias depois, o time de Messi e companhia pegará a Croácia, em Nizhny Novgorod, e encerrará a fase de grupos diante da Nigéria, no dia 26, em São Petersburgo.

Confira os 35 pré-convocados pela Argentina:

  • Goleiros: Sérgio Romero (Manchester United), Caballero (Chelsea), Nahuel Guzmán (Tigres - México) e Armani (River Plate);
  • Defensores: Gabriel Mercado (Sevilla), Salvio (Benfica), Mascherano (Hebei China Fortune - China), Otamendi (Manchester City), Pezzella (Fiorentina), Fazio (Roma), Marcos Rojo (Manchester United), Funes Mori (Everton), Tagliafico (Ajax), Acuña (Sporting), Ansaldi (Torino);
  • Meio-campistas: Manuel Lanzini (West Ham), Ricardo Centurión (Racing), Maximiliano Meza (Independiente), Lucas Biglia (Milan), Pizarro (Sevilla), Enzo Pérez (River Plate), Ever Banega (Sevilla), Lo Celso (PSG), Leandro Paredes (Zenit), Rodrigo Battaglia (Sporting), Ángel Di Maria (PSG), Cristian Pavón e Pablo Pérez (Boca Juniors);
  • Atacantes: Dybala (Juventus), Diego Perotti (Roma), Lionel Messi (Barcelona), Sergio Agüero (Manchester City), Gonzalo Higuaín (Juventus), Lautaro Martínez (Racing) e Mauro Icardi (Inter de Milão).