Sertanejo Thiago Brava era levado de MS para show no Paraguai em carro roubado, diz polícia

Segundo a PRF, cantor seguia para evento em Pedro Juan Caballero. Motorista, um estudante brasileiro, era dono do veículo e foi encaminhado para PF. Sertanejo não tem relação nenhuma com o roubo.

PRF abordou o veículo onde estava o cantor em Dourados, MS - Foto: PRF/Divulgação

O carro em que o cantor Thiago Brava viajava para um show no Paraguai foi abordado pela Polícia Rodoviária Federal (PRF) na noite de segunda-feira (14), na BR-463, em Dourados. Durante a fiscalização os policiais descobriram que o veículo era roubado. O motorista foi encaminhado à Polícia Federal, prestou depoimento e foi liberado. O sertanejo não tem relação com o crime.

De acordo com a PRF, no carro estavam o cantor, o empresário dele e o motorista e dono do veículo, um brasileiro de Goiás que estuda medicina no Paraguai. 

O empresário Juninho Gill disse ao G1 que a equipe do cantor sempre pede que o contratante alugue um carro ou van quando precisam pousar em um aeroporto que não fica na cidade onde será o show. Eles também ficaram surpresos com essa situação, e esclarecem que não tem envolvimento com a pessoa que foi buscá-los.

O universitário tinha ido buscar o sertanejo no aeroporto de Dourados e o levava para fazer um show em Pedro Juan Caballero quando foi parado na rodovia que dá acesso à fronteira.

Os policiais constataram que o veículo havia sido roubado em 5 de fevereiro em Porto Alegre. O documento era falso.

Conforme a PRF, o universitário disse que trocou o veículo que tinha anteriormente pelo atual com um colega também estudante de medicina em Pedro Juan Caballero.

O universitário, que foi quem contratou o sertanejo, foi encaminhado com o veículo para a Polícia Federal, em Dourados, prestou depoimento e foi liberado. O cantor e o empresário seguiram para o show em uma Van locada.