Tiros são disparados em escola no Texas; há entre 8 e 10 mortos, segundo xerife

Maioria das vítimas é de alunos, mas funcionários também morreram.

Equipes de emergência e policiais atendem feridos após tiroteio em escola de ensino médio em Santa Fe, Texas - Foto: Michael Ciaglo/AP

Um tiroteio dentro de uma escola de ensino médio em Santa Fe, região de Houston, no Texas, deixou entre oito e dez mortos, segundo o xerife local Ed Gonzalez. A maioria são alunos, mas há também funcionários, informou.

Um suspeito do sexo masculino, que se acredita ser um estudante, foi preso, disse Gonzalez. Uma segunda pessoa que pode ter conexão com o caso -- que também se acredita ser um estudante -- também foi detida, disse o xerife.

Um policial ficou ferido, segundo um diretor-assistente e o escritório do xerife local. O resgate aéreo foi acionado. No total, seis pessoas foram levadas a hospitais, incluindo o policial.

A polícia disse que artefatos explosivos foram encontrados dentro e fora da área da escola e pediu ajuda dos moradores para relatarem se virem algo suspeito.

Os alunos foram tirados do prédio e foram revistados na parte externa.

Um estudante disse à rede ABC que viu um atirador disparando contra uma garota, mas não há confirmação oficial do que de fato ocorreu.

Outra aluna disse à mesma emissora que por volta das 7h45, pela hora local, os alarmes de incêndio dispararam e os alunos deixaram as salas de aula. Ela relatou que alguns alunos disseram ter ouvido tiros. Ela está atualmente abrigada com outros alunos e professores próximo à escola.

Segundo a rede CNN este é 22º tiroteio em escola que ocorre neste ano nos EUA.

Procurado pelo G1, o Itamaraty disse que até o momento não há informações de brasileiros entre as vítimas e que espera a confirmação do governo americano.

'Ataque totalmente horrível'

O presidente Donald Trump disse que está monitorando de perto a situação no Texas e que as autoridades federais estão em coordenação com as locais. Ele mandou apoio aos afetados pelo caso e disse que o evento foi um "ataque totalmente horrível". "Minha administração está determinada a fazer tudo para proteger nossos estudantes", disse o presidente.

Trump também mencionou o tiroteio no Twitter. "Deus abençoe a todos", disse.