Peres isenta Jair e diz que Santos negocia com jogadores que disputarão a Copa

Peres citou o exemplo do Flamengo e prometeu reforços bons e baratos no Santos

Presidente do Santos prestigia o técnico Jair Ventura - Foto: Ivan Storti

O presidente do Santos, José Carlos Peres, defendeu mais uma vez o trabalho do técnico Jair Ventura. Para o mandatário, a culpa é da direção do Peixe, não do profissional contratado em janeiro neste momento de oscilação do alvinegro, derrotado para o São Paulo no último domingo, no Morumbi.

“Ele não chegou de graça no clube, ele é o nosso técnico, não existe nenhum problema. Ele não é o culpado, aliás, o Santos foi um dos primeiros a ser classificado para a próxima fase da Libertadores, conseguimos classificação na Copa do Brasil. A culpa é da diretoria, se é que ela existe. Sem dinheiro, não fazemos verão. Não conseguimos dar o que ele precisa. Não podemos ser irresponsáveis com um clube que está se reconstruindo. Temos que ter criatividade e não é agora, estamos desde o início da temporada”, disse Peres, em entrevista coletiva nesta quarta-feira, em São Paulo.

Peres citou o exemplo do Flamengo e prometeu reforços bons e baratos no Santos. O objetivo é trazer atletas que estejam em fim de contrato na próxima janela internacional de transferências. Alguns disputarão a Copa do Mundo.

“Trouxemos o Gabriel, Sasha e o Dodô. Não estamos torrando o dinheiro do clube, estamos colocando o clube nos trilhos. Darei o exemplo do Flamengo. O primeiro ano foi péssimo, pressão da torcida, eles aumentaram a receita para R$ 700 milhões. Vamos focar nesta janela, há jogadores que estamos conversando, com contrato no fim, mas não vamos falar. No dia 30 de junho vencem alguns contratos. Jogadores de qualidade, estamos conversando com vários. Alguns em Copa do Mundo. Vamos ter uma pausa, até foi uma sorte ter essa pausa para trazer os reforços”, completou.

O Peixe quer pelo menos quatro reforços para o segundo semestre – dois meio-campistas e dois centroavantes. O grande objetivo é trazer um camisa 10 para, finalmente, substituir Lucas Lima.