FAPEC vai organizar concurso da Prefeitura que será relançado na próxima semana

Concurso da Prefeitura será destinado ao preenchimento de vagas na educação, saúde, setor administrativo e de fiscalização.

Área da Educação será provavelmente a que mais irá oferecer vagas no concurso, a maioria delas para professor. - Foto: Marcos Tomé/Região News

Depois de cancelar o pregão marcado para o último dia 11, destinado à contratação da empresa que organizaria o certame, a Prefeitura de Sidrolândia vai fechar contrato com a FAPEC para realizar o concurso destinado ao preenchimento de vagas na educação, saúde, setor administrativo e de fiscalização. Inicialmente a fundação pediu R$ 800 mil pela tarefa, o custo foi considerado alto, houve uma negociação, o orçamento foi reduzido e as despesas deverão ser custeadas praticamente com a receita das inscrições.

A Fundação de Apoio a Pesquisa e o Ensino será contratada com dispensa de licitação, já que é ligada a Universidade Federal de Mato Grosso do Sul e de notória especialização na organização de concursos públicos.

No edital do pregão, que acabou sendo cancelado, a Prefeitura previu a abertura de 112 vagas, 46 delas só para professor, 41% das vagas puras existentes no quadro, ou seja, vagas que estão preenchidas por contratados, abertas ao longo dos anos com aposentadoria dos titulares e não foram preenchidas por concurso.

Atualmente o quadro do magistério tem 348 concursados e 367 contratados, que substituem efetivos fora da sala (por licença médica ou por estarem em outras funções) e preenchem estes buracos no quadro de concursados.

Segundo o secretário de Fazenda, Renato da Silva Santos, o número de vagas será definido nos próximos dias a partir de discussões com os secretários das áreas onde há carência de pessoal. O edital do pregão que acabou cancelado foram previstas 112 vagas, sendo 46 para professor, 23 para atuar em escolas da zona rural; oito em comunidades indígenas e 15 em escolas na área urbana. O valor das inscrições foi estimado em R$ 120,00 para os cargos de nível superior; R$ 85,00, os de nível médio e R$ 75,00, de nível fundamental completo.

Estavam previstas ainda 29 vagas para funções que exigem nível superior de escolaridade; 25 de nível médio e 12 de nível fundamental. Para funções de nível superior serão abertas as seguintes vagas, uma para cada função: advogado; agente fiscal de obras; auditor fiscal; assistente social; auditor; auditor médico; profissional de educação física; engenheiro civil; farmacêutico; farmacêutico-bioquímico; fisioterapeuta; médico clínico geral; médico veterinário; nutricionista para educação; odontólogo (20 horas) e outro odontólogo para 40 horas. Com duas vagas haverá concurso para agente fiscal de postura; agente fiscal de tributos e quatro vagas de enfermeiros.