Pesquisa mostra as principais frustrações dos candidatos nos processos de seleção

Lentidão no retorno sobre o andamento do recrutamento, necessidade de várias entrevistas e a falta de comunicação estão entre principais causas.

Candidatas durante processo de seleção para emprego - Foto: Jomar Bellini / G1

Pesquisa realizada pela empresa de recrutamento Robert Half mostra que a principal frustração dos candidatos a emprego é com a lentidão no retorno sobre o andamento do recrutamento. A necessidade de várias entrevistas e a falta de comunicação sobre o processo de seleção são as outras causas de frustração mais citadas pelos entrevistados.

A pesquisa foi realizada com 9 mil profissionais de 11 países (Austrália, Áustria, Bélgica, Brasil, França, Alemanha, Hong Kong, Holanda, Singapura, Suíça e Reino Unido), sendo 1.000 deles brasileiros.

Veja as frustrações dos candidatos brasileiros:

  • 58,1%: retorno lento para informar o resultado no processo de recrutamento;
  • 48,6%: fazer várias entrevistas com o mesmo empregador;
  • 48,2%: falta de comunicação a respeito das etapas necessárias no processo;
  • 41,7%: falta de transparência sobre benefícios e recompensas;
  • 30,2%:demora na decisão;
  • 29,1%: alterações das exigências do cargo;
  • 25,2%: dificuldade para marcar entrevistas;
  • 18,9%: decepção com os termos do contrato.

Em relação à média global, a pesquisa revela que, para os entrevistados estrangeiros, a questão da demora na decisão tem maior peso que a falta de transparência sobre benefícios.

Candidatos 'fominhas'

De acordo com a pesquisa da Robert Half, quando estão buscando uma nova colocação, 63,4% dos profissionais brasileiros chegam a se candidatar a cerca de 10 oportunidades ou mais ao mesmo tempo.

A pesquisa revela ainda que 99,5% dos entrevistados afirmaram já terem recebido mais de uma oferta enquanto buscavam novas oportunidades, com 51,2% deles recebendo mais de uma oferta “com frequência” ou “sempre”.

Candidatos 'implacáveis'

O estudo destaca ainda que 52,1% dos candidatos brasileiros afirmam que não recomendariam uma empresa com falhas no processo de seleção como possível empregadora, e 43,1% demonstram disposição em cancelar a candidatura caso não recebam um retorno em tempo hábil.

“O processo de recrutamento de uma empresa precisa levar em conta as expectativas do atual perfil de candidatos", diz Fernando Mantovani, diretor geral da Robert Half.

Ele recomenda que as organizações revisem seus processos de seleção, entendendo que simplificar não quer dizer pular etapas.