Em nota, Sindicato Rural de Sidrolândia deixa apoio ao movimento dos caminhoneiros

o Sindicato Rural não apoia o movimento dos caminhoneiros, visto que já está extravasando as questões e reivindicações dos caminhoneiros.

Presidente do Sindicato Rural Rogério Menezes - Foto: Marcos Tomé/Região News

O presidente do Sindicato Rural de Sidrolândia, Rogério Menezes, divulgou uma nota no final da tarde de hoje que a instituição não vai mais apoiar a greve dos caminhoneiros que bloqueiam a rodovia BR-060 na altura do km 421, saída para Maracaju.

Segundo Rogério, a greve perdeu seu efeito de reivindicação por redução no combustível para uma manifestação política em todo Brasil. Leia na íntegra a nota do Sindicato Rural:

O Sindicato Rural de Sidrolândia, como entidade jurídica, sem fins lucrativos, representando os interesses dos Produtores Rurais, vem através desta, informar que até o presente momento apoiou as reivindicações dos caminhoneiros. Porem entende-se, que o movimento já tomou outras dimensões, não sendo legitimo e acumulando grandes prejuízos a toda população e para o setor produtivo, desta forma, causando uma grave crise no país.

Contudo, mediante esta situação informamos que a partir deste momento o Sindicato Rural não apoia o movimento dos caminhoneiros, visto que já está extravasando as questões e reivindicações dos caminhoneiros, havendo infiltração indevida de oportunistas com cunho politico.

O Sindicato Rural de Sidrolândia se mantém na luta para diminuir os valores das cargas tributárias e mantem seu compromisso em defesa dos interesses dos produtores rurais.

Rogério de Menezes

Presidente do Sindicato Rural de Sidrolândia