'Reis da cocaína' são presos e 65 kg da droga são apreendidos em operação

O grupo era conhecido como os “reis da cocaína” na Capital e tinha sede em Terenos.

Três foram presos em operação conjunta da Denar e PRF. - Foto: Valdenir Rezende / Correio do Estado

Trio foi preso e 65 kg de cocaína e pasta base foram apreendidas na terça-feira (5), por volta de 21h30, na BR-262, em Miranda. A droga, trazida de Corumbá, seria revendida em Campo Grande. Na operação da Polícia Rodoviária Federal (PRF) em conjunto com a Delegacia Especializada de Repreensão ao Narcotráfico (Denar) nomeada de “Operação King”, foram presos Amarildo Pereira (30), conhecido como Bolacha, Luiz César Silva (33), vulgo Cesinha e Michael Thales da Cruz (28).

O delegado do Denar, João Paulo Sartori, disse que nenhum dos três presos tem passagem pela polícia e a droga carregada por eles é avaliada em R$ 700 mil. De acordo com o delegado, o trio era responsável por cerca de 90% da droga consumida na Capital e lavavam o dinheiro em apostas de corrida de cavalo.

O grupo era conhecido como os “reis da cocaína” na Capital e tinha sede em Terenos. Segundo o inspetor da PRF, Emerson Souza, Amarildo era a cabeça do trio e digiria o veículo alugado para transporte da droga. Para burlar a fiscaslização, antes de passar pelos postos de fiscalização da PRF, Luiz César e Michael desciam do carro e seguiam a pé por dentro da mata utilizando um aposte, colete onde a droga é carregada junto ao corpo, enquanto Amarildo passava o posto dirigindo e esperava a dupla do outro lado para seguir viagem.

Foi apreendido também cerca de R$ 25 mil na casa de Amarildo, no bairro Nova Campo Grande. Em coletiva na tarde de hoje (6), os três presos confirmaram participação e afirmaram ser a primeira vez que faziam o transporte de drogas.