Em despedida pré-Copa, Alemanha vence e quebra jejum de triunfos

Os gols do jogo foram marcados por Timo Werner e Hawsawi (contra) a favor dos mandantes e Al Jassim para os visitantes

Alemanha derrotou a Arábia Saudita nesta sexta-feira - Foto: Leon Kuegeler/AFP

Última partida antes da Copa do Mundo, cinco jogos sem vencer e nenhum triunfo em 2018. Podia ser só um amistoso contra a Arábia Saudita, mas a Alemanha chegava de certa forma pressionada para o confronto desta sexta-feira. Tudo isso, entretanto, foi esquecido após a vitória do time de Joachim Low para cima dos rivais, por 2 a 1, em Leverkusen.

Os gols do jogo foram marcados por Timo Werner e Hawsawi (contra) a favor dos mandantes e Al Jassim para os visitantes. Com o resultado, os alemães aliviam a pressão antes do Mundial, e agora direcionam suas atenções para a principal disputa de futebol do mundo. Pelo lado dos árabes, este também foi o último amistoso antes da viagem à Rússia.

A atual campeã do mundo fará sua estreia na Copa do Mundo no dia 17 de junho, às 12h00 (horário de Brasília), contra o México. Os alemães integram o Grupo F da competição internacional junto dos mexicanos, da Suécia e da Coreia do Sul, que empatou ontem (quinta-feira) com a Bolívia.

O jogo – Mesmo com a Arábia Saudita passando a assustar na reta final do primeiro tempo, o período ainda assim foi de superioridade alemã. Tal fato apareceu logo no início da partida: aos sete minutos, Kimmich lançou Reus em profundidade. O jogador do Borussia Dortmund encontrou Timo Werner na grande área, livre, que só teve o trabalho de completar para as redes.

17 minutos depois, foi a vez de Khedira balançar as redes, mas de maneira impedida. Com o 1 a 0 no placar, a Arábia Saudita começou a se soltar e, já perto do final da etapa parcial, Muwallad chutou com força e assustou a meta de Neuer.

Aos 42 minutos, os alemães aumentaram a diferença no marcador. Werner avançou com rapidez pela lateral da área e cruzou rasteiro para dentro. Muller disputou bola com Hawsawi e, no conflito, o árabe acabou empurrando a bola para as próprias redes.

O segundo tempo de partida viu os comandados de Joachim Low agirem mais sossegados, até pela vantagem no placar. Entretanto, isso não significou que a Alemanha parou de buscar o gol: após domínio, Muller finalizou mirando o canto do gol e Muaiouf pulou para fazer a defesa.

Aos 12 minutos do tempo final, Reus deixou o campo para a entrada de Gundogan, vaiado pelo público presente após a polêmica foto com o presidente da Turquia. O meia, porém, ofereceu perigo constante a Arábia Saudita, chegando sempre próximo da área.

Próximo do apito final de confronto, o árbitro da partida apontou pênalti para a Arábia Saudita. Na cobrança, Al Sahlawi desperdiçou a batida após defesa de Ter Stegen. Entretanto, no rebote, Al Jassim não jogou fora a oportunidade e finalizou forte: 2 a 1. Perto do último minuto, Al Sahlawi perdeu uma chance incrível, de frente para o gol, mantendo o placar da partida.