Vettel domina de ponta a ponta no Canadá e assume liderança

Com o resultado no Circuito Gilles Villeneuve, Vettel soma 25 pontos e acumula 121 totais, assumindo a primeira posição do campeonato.

- Foto: Getty Imagens/Globo Esporte

O alemão Sebastian Vettel levou a melhor na sétima corrida da temporada 2018 de Fórmula 1 para subir no lugar mais alto do pódio pela 50º vez na carreira. Largando à frente, o piloto soube administrar a vantagem e impor bom controle no cockpit para não perder posições e dominar de ponta a ponta, neste domingo, no Grande Prêmio do Canadá.

Com o resultado no Circuito Gilles Villeneuve, Vettel soma 25 pontos e acumula 121 totais, assumindo a primeira posição do campeonato. O então líder, Lewis Hamilton, amargou uma quinta colocação, perdendo uma posição e agora é segundo, com 120 somados.

O pódio da corrida foi completado com o finlandês Valtteri Bottas, que mostrou bom domínio na pista e com o holandês Max Verstappen, que dominou os três treinos livres do final de semana.

A corrida

Com três equipes diferentes largando à frente, a saída foi competitiva e os pilotos oscilaram na dianteira. Ainda nos minutos iniciais, antes de completar a primeira volta, o dono da casa Lance Stroll e o neozelandês Brendon Hartley, que largou no meio do pelotão e saiu arriscando, colocaram o safety car na pista, com Vettel, dono da pole position, à frente. A corrida foi reiniciada apenas na quarta volta, com Bottas mantendo o segundo posto da largada.

Outro incidente aconteceu ainda na quinta etapa. O espanhol Carlos Sainz e Pérez se tocaram, o mexicano saiu da pista, mas mostrou ousadia para controlar o carro e voltar de maneira perigosa. Hamilton também teve problemas e sofreu para manter o carro na pista. Após a pausa, entretanto, conseguiu mais estabilidade.

Daniel Ricciardo largou bem e ganhou a posição do finlandês Kimi Raikkonen, que também subiu nas voltas iniciais e chegou a terceira colocação. À frente, Vettel, Bottas e Kimi estiveram entre os últimos a pararem o carro no pit stop. Enquanto isso, os dois primeiros aproveitavam para abrir vantagem.

Bottas parou apenas na 37º volta e, com boas estratégia da Mercedes, conseguiu assegurar a posição. Vettel deu a mesma sorte. Após a parada, no mesmo turno, seguiu com sua Ferrari na ponta da lista. Grosjean foi o último a parar, depois de 49 voltas, colocando os pneus supermacios e retornando em 12º.

Na briga pelo quarto lugar, Hamilton colou em Ricciardo, tentando assegurar sua primeira colocação no campeonato. Vendo Max Verstappen no terceiro posto, o britânico teve poucas chances de impor bom ritmo.

Em sua 300 corrida, Fernando Alonso conseguiu ganhar uma posição após pausa, mas na 43º volta viu seu carro perder potência, com problemas no escapamento e abandonou a prova.
Punido com a última colocação no grid por reverter o motor para a nova configuração que a Honda trouxe para o Canadá, após ter mudado para a antiga durante o fim de semana, Pierre Gasly terminou no 11º posto.

A próxima etapa da Fórmula 1, que será a oitava desta temporada, será o GP da França. A prova no Circuito Paul Ricard, em Le Castellet, será realizada no dia 24 de junho, às 11h10 (de Brasília).

Confira as colocações dos pilotos no GP do Canadá:

1 – Sebastian Vettel (Ferrari/Alemanha)
2 – Valtteri Bottas (Mercedes/Finlândia)
3 – Max Verstappen (Red Bull/Holanda)
4 – Daniel Ricciardo (Red Bull/Austrália)
5 – Lewis Hamilton (Mercedes/Grã-Bretanha)
6 – Kimi Raikkonen (Ferrari/Finlândia)
7 – Nico Hulkenberg (Renault/Alemanha)
8 – Carlos Sainz (Renault/Espanha)
9 – Esteban Ocon (Force India/França)
10 – Charles Leclerc (Sauber/França)
11 – Pierre Gasly (Toro Rosso/França)
12 – Romain Grosjean (Hass/França)
13 – Kevin Magnussen (Haas/Dinamarca)
14 – Sergio Pérez (Force India/México)
15 – Marcus Ericsson (Sauber/Suécia)
16 – Stoffel Vandoorne (McLaren/Bélgica)
17 – Sergey Sirotkin (Williams/Rússia)

Não concluiu
Fernando Alonso (McLaren/Espanha)
Lance Stroll (Williams/Canadá)
Brendon Hartley (Toro Rosso/Nova Zelândia)