Prefeitura tenta liberar ginásio esportivo até sexta-feira para jogos abertos

Ginásio Olegário da Costa Machado está interditado desde setembro de 2017, há 10 meses, por razões de segurança.

Ginásio de Esportes Olegário da Costa Machado está interditado desde setembro de 2017 - Foto: Marcos Tomé/Região News/Drone's All

A Prefeitura de Sidrolândia está numa corrida contra o tempo para concluir os reparos na cobertura, atender as exigências de segurança e assim obter a liberação do Corpo de Bombeiros para a reabertura do Ginásio de Esportes Olegário da Costa Machado em tempo de sediar os Jogos Escolares do Município.

A Associação Sidrolandense da Pessoa com Deficiência Física adiou por uma semana, do dia 23 para o dia 30, o evento comemorativo do 2º ano de sua fundação, que está na dependência deste espaço público, o único com estrutura para receber uma partida de basquete sobre rodas.

O comandante do Corpo de Bombeiros, Major Alexssander dos Santos Trindade, disse que entregou à Prefeitura a relação de documentos e providências que terão de ser cumpridas para a corporação liberar a realização de eventos no ginásio coberto, com público. O reforço de duas tesouras de sustentação da cobertura que estavam danificadas é uma das exigências que já foram atendidas. Amanhã serão feitos reparos nas calhas.

A Prefeitura terá de apresentar um projeto de incêndio, com algumas medidas que já foram implantadas, como instalação de extintor de incêndio, saída de emergência e iluminação de emergência. “Vamos fazer a vistoria e avaliar em que condições o ginásio será liberado, mas com certeza para receber um público abaixo da lotação integral”, explica.  

 

Ginásio está fechado desde setembro passado, expectativa é que seja reaberto na próxima sexta-feira. Foto: Vanderi Tomé/Região News

Reparos

O Ginásio de Esportes Olegário da Costa Machado está interditado desde setembro do ano passado, há 10 meses, por razões de segurança. No mês passado a Prefeitura anunciou que seriam feitos reparos em duas tesouras que dão sustentação a cobertura, além de algumas adequações em atendimento as exigências dos bombeiros, que fizeram uma série de recomendações em termos de prevenção a incêndios para liberar a realização de eventos com público.

A Prefeitura esperava reformar o ginásio ainda no primeiro semestre e concluir a tempo do poliesportivo sediar no segundo semestre, eventos tradicionais como a Copa Pindorama de futebol de salão, competições de vôlei, a volta do festival de música.

O planejamento ficou comprometido porque até agora não houve a liberação de uma emenda parlamentar do deputado federal licenciado e atual ministro de Governo da Presidência, Carlos Marun, no valor de R$ 390 mil, complementada por uma contrapartida de R$ 40 mil da Prefeitura, totalizando R$ 430 mil.

Ainda falta enviar o projeto executivo para a Caixa Econômica aprovar e em seguida autorizar a licitação da reforma que incluirá vestiários, adequações de acessibilidade aos cadeirantes, nova iluminação, pintura, eliminação de infiltrações.