Tite celebra retomada de Neymar, explica laterais e prepara Seleção para o calor

Técnico mantém Fagner pelo desempenho e diz que não poderia escalar Marcelo para 45 ou 60 minutos num jogo decisivo

- Foto: Reuters

Na entrevista coletiva que antecede as oitavas de final da Copa do Mundo contra o México, Tite ainda festejou a atuação de Neymar no encerramento da primeira fase, a vitória sobre a Sérvia. Para ele, o desempenho do atacante corroborou a evolução demonstrada por números e estatísticas colhidas pela comissão técnica.

– Jogou muito, jogou demais. Ele sabe e nós sabemos o preço que ele pagou para retomar esse nível. Ele retomou seu nível máximo, com técnica, função tática, baixou para ajudar marcação, transição com bolas, precisão de finalização e finta pessoal. Amanhã eu não sei, mas ele retomou o alto nível – elogiou o treinador.

Tite também explicou as escalações de Fagner e Filipe Luís nas laterais da seleção brasileira. O primeiro será mantido mesmo com a recuperação de Danilo, livre da lesão na região do quadril, e o segundo ocupará o lugar de Marcelo, que, após ter um espasmo na coluna, não conseguiu treinar o suficiente para convencer a comissão técnica a colocá-lo numa partida decisiva.

– Fagner tem enfrentamento, é uma de suas características, o um contra um dele é de qualidade. Falei para o Danilo antes do treino de hoje que ele vinha jogando bem, ficou dois jogos fora e o Fagner permanece pelo alto nível de desempenho em dois jogos decisivos.

– Falei com o Marcelo. Numa situação normal, ele jogaria. O que não pode é o técnico colocar um atleta em situação de insegurança num jogo desse. Eu disse a ele como é legal ter um cara que foi para o campo, ele quer participar. Isso mostra sua responsabilidade, seu comprometimento, mas me foi colocado que ele teria 45 ou 60 minutos de tempo de segurança. Não posso num jogo decisivo.

 

– O Marcelo jogou pouquíssimo tempo no dia 27 (na vitória sobre a Sérvia). No dia 28 e 29, o departamento médico não fez absolutamente nada. Ontem (sábado), veio a campo, fez trabalho com bola, um pouquinho específico, mas sem enfrentamento. Trabalho que foi feito hoje (domingo) também com baixo volume. Isso me faz ter a conclusão de que ele perde um pouco da velocidade de reação e faz com que fiquemos temerosos para um jogo que possivelmente tenha 120 minutos. Quando vou dar estimativa de tempo, não posso cravar que tenha capacidade para 120 minutos. Além disso, a previsão é de temperatura elevada, o que faz com que o desgaste físico seja muito grande.

Na coletiva, Tite confirmou a escalação da Seleção para a decisão desta segunda-feira ainda com Filipe Luís no lugar de Marcelo. O Brasil vai enfrentar o México com Alisson, Fagner, Thiago Silva, Miranda e Filipe Luís; Casemiro; Willian, Paulinho, Philippe Coutinho e Neymar; Gabriel Jesus.

 

 Veja outros trechos da coletiva de Tite

  • Sobre a seleção do México

– Vou falar minha expectativa como técnico: que a equipe repita o padrão do último jogo, daí para mais. Não vou fugir da minha responsabilidade, é de reproduzir o aspecto técnico, tático, físico, emocional, porque é decisivo, o padrão do jogo anterior. Nesses aspectos táticos, vamos segurar um pouco a vocês. Sei da qualidade de todo o trabalho da seleção mexicana. Não vou trazer minuciosamente situações específicas. Ajustes, mas principalmente uma expectativa de a equipe reproduzir desempenho parecido com o do próximo jogo.

  • Tite é questionado sobre o histórico do duelo, que é de vantagem do Brasil em Copas

– Dado estatístico, olhando para o passado, tal qual outras referências, como vitória de ouro olímpico. Podemos buscar dados da maneira que convir. O que é importante amanhã? No jogo anterior, todos os atletas tiveram muito bom ou bom desempenho. Isso fortalece a equipe. Mais: quem entrou, tem feito a diferença. A equipe precisa dos lobos. Às vezes, são lobos de características diferentes, mas importâncias iguais. Fernandinho entrou com altíssimo nível. Isso é essência.

  • Osorio e a importância da recomposição

– O Tite faz parte de uma equipe, e o Osorio também. É Brasil e México.

Veja as informações da seleção brasileira para a partida contra o México:

Local: Arena Samara, em Samara
Data e horário: segunda-feira, às 11h (de Brasília)
Escalação: Alisson, Fagner, Thiago Silva, Miranda e Filipe Luís; Casemiro; Paulinho, Philippe Coutinho, Willian e Neymar; Gabriel Jesus. Técnico: Tite
Pendurados: Casemiro, Coutinho e Neymar
Desfalque: Douglas Costa (lesão muscular na coxa direita)
Arbitragem: Gianluca Rocchi, auxiliado por Elenito di Liberatore e Mauro Tonolini (todos da Itália)
Transmissão: TV Globo (narração de Galvão Bueno; comentários de Casagrande, Ronaldo e Arnaldo Cézar Coelho; reportagens de Tino Marcos, Guilherme Pereira e Eudes Júnior), SporTV (narração de Luiz Carlos Jr.; comentários de Lédio Carmona e Ricardinho; reportagens de Mauro Naves e Eric Faria) e GloboEsporte.com
Tempo Real: GloboEsporte.com, a partir de 9h