Licitação do lixo será aberta dia 6 e prevê coleta seletiva e varrição da área central

Só a coleta de lixo tem um custo mensal de R$ 300 mil, uma despesa de R$ 1.833.301,70 no primeiro semestre.

Licitação do lixo será aberta dia 6 e prevê coleta seletiva e varrição da área central - Foto: Arquivo/Região News

Na próxima sexta-feira (6) está programada abertura de propostas de uma licitação milionária, o pregão 40/2018 para contratação da empresa que além da coleta de lixo domiciliar, coleta de resíduos da saúde, fará a coleta do lixo reciclável e da varrição no perímetro abrangido pelas ruas Dorvalino dos Santos, Mato Grosso, Ponta Porã e Avenida Aquidaban.

Só a coleta de lixo tem um custo mensal de R$ 300 mil, uma despesa de R$ 1.833.301,70 no primeiro semestre. Neste período a receita com a taxa de lixo no período ficou em torno de R$ 1 milhão. Este custo inclui o descarte do lixo coletado no aterro sanitário em Campo Grande.

Conforme o edital, a empresa que apresentar a melhor proposta, terá de coletar em média 728 toneladas de lixo doméstico por mês; 1,5 quilos de resíduos da saúde; 20,8 toneladas de lixo reciclável e executar 300 mil metros quadrados de varrição.

A coleta seletiva hoje é limitada há algumas ruas, feita por catadores remanescentes do antigo lixão que usam um caminhão precário cedido pela Prefeitura. Já a varrição é feita por trabalhadores que recebem uma ajuda de custo de R$ 412,80, além de uma cesta básica.

A coleta de lixo domiciliar terá de ser feita três vezes por semana, de segunda a sexta-feira. Fica de fora o resíduo dos estabelecimentos comerciais que produzam mais de 50 quilos de lixo por dia, os chamados grandes geradores, que conforme a legislação federal, terão de pagar pela destinação final ao lixo que produzem.

O edital especifica ainda que o serviço exclui a coleta de entulhos de obras públicas ou particulares, terra, areia, podas de arborização pública ou grandes jardins, resíduos de mudança de domicílios ou de reformas de estabelecimentos comerciais, colchões e mobiliários, cuja produção exceda 50 quilos.

Como é uma licitação na modalidade registro de preços, com exceção da coleta de lixo (doméstico e de saúde) os demais serviços prestados, serão contratados pela Prefeitura conforme a disponibilidade financeira do município.