Titular nas quartas, Fernandinho ganhou Tite ao evitar expulsão contra Messi

12º jogador da seleção brasileira sob comando do técnico, volante herda vaga do suspenso Casemiro contra a Bélgica.

Fernandinho no treino da Seleção nesta terça-feira - Foto: Mowa Press

Sem Casemiro, suspenso por dois cartões amarelos, Tite vai escalar Fernandinho como titular diante da Bélgica. Não é preciso esperar qualquer confirmação. O volante do Manchester City é o 12º jogador da seleção brasileira e finalmente vai iniciar uma partida na Copa do Mundo.

 
 

Fernandinho disputou 19 jogos com Tite. Em 10 deles, começou no banco. O técnico só não arrumou lugar para ele entre os titulares porque Casemiro jamais permitiu qualquer brecha, e quando ambos atuaram juntos, com Fernandinho um pouco mais à frente, numa função de armação, o meio-campo perdeu força ofensiva.

Ausente da primeira lista de convocação do técnico, Fernandinho conquistou Tite de vez na vitória por 3 a 0 sobre a Argentina, em novembro de 2016. Titular, já que Casemiro estava machucado, ele recebeu cartão amarelo logo aos seis minutos de jogo por cometer falta em Messi.

Sua participação até o fim se tornou uma temeridade, afinal, como ele conseguiria marcar o extraterrestre e outros grandes jogadores pendurado? Conseguiu, de acordo com Tite, com altíssimo nível de concentração que lhe rendeu até a faixa de capitão para o duelo seguinte, diante do Peru.

 
  • Altura

Casemiro tem seis centímetros a mais do que Fernandinho (1,85m x 1,79m) e uma impulsão que lhe dá vantagem na bola aérea, importante quando ela é quebrada pelo sistema defensivo adversário e ele precisa retomar a posse, ou mesmo em bolas paradas.

  • Passe

Embora ambos tenham bom aproveitamento nesse quesito, Fernandinho tem o toque mais curto, de aproximação aos demais meio-campistas, herança de ser treinado por Pep Guardiola no Manchester City.

  • Entrosamento

A sintonia de Casemiro na proteção a Thiago Silva e Miranda, e nas coberturas aos laterais, tem sido perfeita e livrado Alisson de ter que fazer defesas em meio a pressões dos rivais. Tite terá poucos treinos para encaixar Fernandinho nessa engrenagem, mas a assiduidade dele na equipe facilitará bastante esse trabalho.

  • Chegada ao ataque

Pela origem como meia, Fernandinho tem mais facilidade para romper o campo adversário e se juntar aos outros jogadores do setor na criação. A finalização de longa distância também sai mais naturalmente.