DOF apreende duas carretas com cigarro avaliado em quase R$ 4 milhões

De acordo com os policiais que fizeram a apreensão, são pelo menos 95 mil pacotes divididos em 1.900 caixas.

As duas carretas com quase cem mil pacotes de cigarro apreendidas hoje pelo DOF - Foto: Divulgação

O contrabando de cigarro do Paraguai continua forte em Mato Grosso do Sul. Mesmo com as seguidas operações para desmantelar as quadrilhas, muitas delas inclusive com o envolvimento de policiais, o cigarro paraguaio continua sendo o produto mais valorizado pelo crime organizado, com mercado e lucratividade maiores até mesmo que a maconha.

Nesta terça-feira (3), quase cem mil pacotes de cigarro fabricado no Paraguai e introduzido ilegalmente no Brasil foram apreendidos por policiais do DOF (Departamento de Operações de Fronteira) em uma estrada de terra no município de Antônio João.

De acordo com os policiais que fizeram a apreensão, são pelo menos 95 mil pacotes divididos em 1.900 caixas. Levando em conta o valor de R$ 4 por maço de cigarro vendido no comércio informal, é possível estimar o carregamento em R$ 3,8 milhões, já que são pelo menos 950 mil maços.

A apreensão ocorreu por volta de 9h. Os dois motoristas das carretas bitrem foram detidos e levados com o contrabando para a delegacia da Polícia Federal em Ponta Porã. Os condutores não tiveram a identidade divulgada, nem para onde o carregamento estava sendo levado.