Bebê queimado em incêndio está estável e espera avaliação de cirurgia plástica

Teve rosto, costas, pernas e mãos queimadas e espera avaliação de cirurgia plástica.

- Foto: Reprodução

O bebê de 10 meses que sofreu queimaduras em um incêndio de uma residência, no Parque do Lageado, em Campo Grande, nesta terça-feira (10), está internado na Santa Casa de Capital e seu estado de saúde é estável.

De acordo com a assessoria de comunicação do hospital, o bebê teve o rosto, costas, couro cabeludo, palmas das mãos e pernas atingidas pelo fogo. A criança agora deve passar por avaliação da cirurgia plástica para possíveis procedimentos.

O incêndio

Vizinhos ajudaram a quebrar a janela que tinha grades com uma marreta para que todos pudessem sair do local.

Um idoso de 60 anos entrou em desespero ao ver o bebê chorando e caído no chão da casa e enfrentou as chamas. Ele inalou muita fumaça e também foi levado para atendimento médico.

Ele conseguiu quebrar as grades da janela e entrar para retirar o bebê, que já estava desfalecendo e estava com os cabelos queimados. Outra criança de cinco anos que foi retirada da casa tinha as roupas queimadas grudadas ao corpo.

Foram necessários 500 litros de água para conter as chamas, que destruíram os cinco cômodos da casa. A suspeita é de que o fogo tenha começado com um curto-circuito na cozinha e se alastrando rapidamente. A perícia deve determinar o que de fato teria acontecido.