Nasa finaliza preparativos de missão que se aproximará do Sol

Será a primeira vez que uma missão adentrará na coroa solar, uma região que alcança temperaturas muito superiores à superfície do Sol.

A Agência Aeroespacial dos Estados Unidos (Nasa) está na fase final de preparação para o lançamento de uma sonda que se aproximará mais que nenhuma outra do Sol, informou a instituição. A sonda Parker, batizada assim em homenagem a Eugene Parker, o astrofísico que desenvolveu a teoria dos ventos solares supersônicos, será lançada de Cabo Canaveral, no estado da Flórida, no próximo dia 6 de agosto, segundo um comunicado da agência.

A sonda se aproximará a seis milhões de quilômetros da superfície solar a uma velocidade que alcançará 200 quilômetros por segundo em uma missão na qual analisará o comportamento da estrela tanto à distância como no próprio lugar.

Será a primeira vez que uma missão adentrará na coroa solar, uma região que alcança temperaturas muito superiores à superfície do Sol.

Neste sentido, Alex Young, especialista da Nasa, lembrou que estiveram "estudando o Sol durante décadas" e agora irão "aonde se encontra a ação".

O projeto tentará jogar luz sobre as influências do Sol, assim como sobre os segredos que só a teoria astrofísica tem se atrevido a responder, como a aceleração dos ventos solares.