Mais de 370 pessoas ficam feridos em 2 fortes terremotos no Irã

O diretor de Emergências de Kerman, Mohamad Saberi, informou à agência oficial

O terremoto foi seguido por mais de 165 réplicas, duas delas de magnitude superior a 4 graus, de acordo com os dados do Centro Sismológico da Universidade de Teerã - Foto: Morteza Nikoubazl/Reuters

Trezentas setenta e oito pessoas ficaram feridas por causa de dois fortes terremotos, de magnitude 5,8 e 5,9 graus na escala Richter, respectivamente, que aconteceram nas últimas 24 horas no sudeste e no oeste do Irã, segundo fontes oficiais. 

Os tremores, que provocaram também grandes danos materiais, aconteceram na cidade de Sirach, na província sudeste de Kerman, e em Tazeabad, situada na região ocidental de Kermanshah. 

O diretor de Emergências de Kerman, Mohamad Saberi, informou à agência oficial "Irna" que o terremoto de Sirach desta madrugada deixou 91 feridos. 

Já o terremoto de Sirach aconteceu à 1h09 (hora local) desta segunda-feira, a uma profundidade de 10 quilômetros, enquanto o de Tazeabad foi no domingo a uma profundidade de 8. 

Segundo o governador da província de Kermanshah, Hushang Bazvand, pelo menos 287 pessoas ficaram feridas, das quais oito continuam hospitalizadas. 

Este terremoto foi seguido por mais de 165 réplicas, duas delas de magnitude superior a 4 graus, de acordo com os dados do Centro Sismológico da Universidade de Teerã. 

O Irã tem uma grande atividade sísmica. Em novembro do ano passado, um terremoto de 7,3 graus na escala Richter deixou 620 mortos e mais de 12 mil feridos na região de Kermanshah.