Por apenas 0s059, Vettel lidera Bottas no terceiro treino livre em Hungaroring

Disputa acirrada entre Ferrari e Mercedes na última atividade antes da classificação, que foi marcada por erros de Hamilton, decepção total da RBR e muitos problemas de tráfego.

Sebastian Vettel voltou a liderar no terceiro treino livre para o Grande Prêmio da Hungria, com novo recorde de Hungaroring: 1m16s170. - Foto: EFE

Sebastian Vettel voltou a liderar no terceiro treino livre para o Grande Prêmio da Hungria, com novo recorde de Hungaroring: 1m16s170. Mas, surpreendentemente, desta vez não foi a RBR quem incomodou o alemão da Ferrari, mas sim Valtteri Bottas, que ficou a apenas 0s059 do melhor tempo com a Mercedes.

Kimi Raikkonen, com a outra Ferrari, completou a sessão em terceiro lugar, à frente de um errático líder do campeonato Lewis Hamilton, que travou os pneus em diversas ocasiões, além de ter rodado, assim como Bottas. Após o ótimo desempenho nos treinos de sexta, a RBR decepcionou e ficou apenas em quinto com Daniel Ricciardo e sexto com Max Verstappen.

Completaram os dez primeiros colocados a dupla da Renault, com Carlos Sainz em sétimo e Nico Hulkenberg em oitavo, Romain Grosjean em nono lugar com a Haas, e Pierre Gasly em décimo com a STR. Alvo do noticiário do fim de semana por ter entrado em administração judicial, a Force India ficou apenas em 15º com Esteban Ocon e 19º com Sergio Perez.

Muitos problemas de tráfego

Como o traçado de Hungaroring é dos mais estreitos de todo o calendário, os problemas de tráfego foram muitos neste terceiro treino livre. No incidente que mais gerou reclamação, Romain Grosjean gesticulou e e falou no rádio furiosamente contra o compatriota - e desafeto - Esteban Ocon.

Mas não foi só isso: companheiro de Grosjean, Kevin Magnussen fechou Daniel Ricciardo, enquanto Charles Leclerc reclamou Max Verstappen, que foi atrapalhado por Pierre Gasly, e Sergio Perez foi fechado por Brendon Hartley. Ufa!

Dupla da Mercedes afinada... nas rodadas...

Enquanto Valtteri Bottas ficou muito próximo do melhor tempo da sessão, Lewis Hamilton teve muitas dificuldades com o equilíbrio de seu carro. Depois de sair da pista, o inglês voltou a errar na segunda metade do treino e rodou na chicane, ficando ao contrário.

Curiosamente, Bottas rodou poucos minutos depois da mesma forma, exatamente no mesmo local, mostrando um grande "entrosamento" com o companheiro de equipe... Mas a escapada de Bottas foi mais forte, e o carro do finlandês chegou a tocar no guard rail, sem danos.

RBR é a grande decepção

Depois de liderar o primeiro treino livre com Daniel Ricciardo e de ter acabado em segundo e terceiro lugares na segunda sessão, esperava-se muito da RBR pelas características do traçado de Hungaroring, no qual a potência do motor não é tão importante.

Mas a equipe decepcionou, pelo menos nesta terceira prática. Em nenhum momento, seus pilotos brigaram pelos primeiros lugares, nem quando Max Verstappen colocou os pneus ultramacios, os mais aderentes de todo o fim de semana.