Liga espanhola apresenta contrações mais caras da história de oito clubes

Atlético de Madrid, Espanyol, Alavés, Villarreal, Rayo Valecano, Eibar, Girona e até o novato Huesca abrem os cofres e fazem investimentos de peso para a disputa do Espanhol.

Thoma Lemar França e Atlético de Madrid - Foto: AP

Se por um lado o Campeonato Espanhol perdeu o peso milionário do astro Cristiano Ronaldo, que trocou o Real Madrid pela Juventus, a Liga conta com o investimento recorde de vários clubes em uma atração em especial. Atlético de Madrid, Espanyol, Alavés, Villarreal, Rayo Valecano, Girona e o caçulinha Huesca fizeram para a temporada que se inicia as contratações mais caras de suas histórias, segundo levantamente do madrileno "Marca".

A cartada mais forte entre os oito times foi a do Atlético, que desembolsou 70 milhões de euros (cerca de R$ 292 milhões) para atender Diego Simenone e trazer Thomas Lemar (22 anos), no Monaco desde 2015 e campeão mundial com a seleção francesa na Rússia. Outro que bancou alto foi o Villarreal. Primeiramente, o Submarino Amarelo fechou com o atacante camaronês Karl Toko Ekambi (25 anos, ex-Angers-FRA) por 18 milhões de euros (R$ 75 milhões) e em seguida anunciou Gerard Moreno (26 anos) por 20 milhões de euros (aproximadamente R$ 83 milhões).

Se perdeu Moreno, o Espanyol investiu 10 milhões de euros (R$ 41,7 milhões) para assegurar o também atacante Borja Iglesias (25 anos, ex-Villarreal). Em sua segunda temporada na elite, o Girona primeiro ficou em definitivo com o zagueiro Marc Muniesca (26 anos, ex-Stoke City) por 5 milhões (R$ 20,8 milhões) e depois suplantou a ousadia bancando a vinda do atacante colombiano Johan Mojica (25 anos) por um milhão de euros a mais (R$ 25 milhões). O Eibar, por sua vez, vem com o meia Sergio Alvárez (26 anos, ex-Sporting Gijon-ESP), adquirido por 4 milhões de euros (R$ 16,7 milhões).

Até mesmo os que vieram recentemente da 2ª divisão decidiram investir pesado em uma atração. O tradicional Rayo Valecano pagou 2,2 milhões de euros (R$ 9,1 milhões) para trazer de volta o avante Gael Kakuta (27 anos, ex-Hebei China-CHN), enquanto o novato Huesca deu 800 mil de euros (R$ 4,1 milhões) por Dani Escriche (20 anos, ex-Polvorin-ESP).