Acabou o drama, Caeleb Dressel no Pan Pacífico 2019

Nadador vence os 100 borboleta e garante vaga na Seleção Americana.

Acho que não existia uma alma viva neste planeta que não estivesse torcendo para Caeleb Dressel entrar na Seleção Americana para o Pan Pacífico, e ele entrou! - Foto: Reprodução

O sentimento não poderia ser outro. Tanto dele, da USA Swimming, e, para ser sincero, de todos nós. Acho que não existia uma alma viva neste planeta que não estivesse torcendo para Caeleb Dressel entrar na Seleção Americana para o Pan Pacífico, e ele entrou!

Dressel venceu os 100 metros borboleta ontem, na terceira noite do USA Nationals, em Irvine, na Califórnia, marcando 50.50, sua quarta melhor marca pessoal, a melhor feita em solo americano. E mais, melhor tempo do mundo em 2018.

E ver um Dressel diferente das provas anteriores, onde ele ficou em sexto lugar nos 100 metros nado livre e perdeu os 50 borboleta por quatro centésimos.

Vê uma saída explosiva, saindo na frente, um submerso perfeito colocando vantagem logo de princípio. Ainda erra na virada, a chegada dos primeiros 50 metros há uma diminuição no ritmo e uma perda de tempo. Compensa com excelente submerso e o segundo parcial é marcado por uma pernada incrível. Tudo isso ainda é contemplado com os 10-12 metros finais sem respirar e uma chegada perfeita.

Classificado para os 100 metros borboleta, é um novo Dressel a partir de agora. Não fique surpreso se ele aparecer nos 100 peito, nos 200 medley, e principalmente uma boa marca nos 50 metros nado livre. O tal do "emocional" nunca esteve tão presente no mundo dos esportes como agora.

Uma coisa que me atrai em Dressel são suas entrevistas. Sua sinceridade, e simplicidade. Até agora, ele não havia falado nada. Chegou a vez e não se esmoreceu em reconhecer a "prova muito ruim" quando se referiu aos 100 metros nado livre.

A resiliência faz parte do menu dos grandes. Não é a toa que Dressel foi o melhor do mundo no ano passado. E que bom, a natação mundial comemora, vamos ter Caeleb Dressel no Pan Pacífico 2018.