Polícia resgata filhote de tatu queimado em incêndio perto da BR-163

Tatu será encaminhado para atendimento veterinário.

As vítimas anteriores foram uma anta e uma cutia, que não sobreviveu. - Foto: PMA

A Polícia Militar Ambiental resgatou, na madrugada desta segunda-feira (30), um filhote de tatu que ficou ferido durante um incêndio perto da BR-163, em Coxim. O animal apresentava vários ferimentos de queimadura nas patas traseiras e dianteiras.

Esse foi o terceiro animal silvestre resgatado vítima de incêndio às margens da BR-163 durante o mês de julho na cidade. As vítimas anteriores foram uma anta e uma cutia, que não sobreviveu. A anta encontra-se em tratamento no CRAS (Centro de Reabilitação de Animais Silvestres) na Capital.da Capital.

Os policiais buscaram atendimento veterinário e encaminharão o animal ao CRAS, responsável por tratar e reinserir animais silvestres na natureza. O Centro recebe cerca de 2,6 mil animais silvestres por ano, vítimas, em sua maioria, de atropelamentos, tráfico ou resgatados em área urbana.

Estiagem

Segundo informações da PMA, nesse período de seca, parte da população insiste em fazer uso do fogo de forma irregular, para se desfazer de lixo, por exemplo. Até mesmo a queima controlada, que é autorizada pelo órgão ambiental, está proibida até o mês de setembro em todo o Estado. No Pantanal, o período de proibição se estende até outubro.