Do futsal para a história: conheça Pablo Chalfun, melhor brasileiro do crossfit

Carioca de 25 anos é o primeiro atleta nacional a conquistar vaga na maior competição de condicionamento físico do mundo, o CrossFit Games, que começa nesta semana.

Pablo Chalfun - Foto: Rafael Pereira / Divulgação

Na escola ele não era o aluno mais aplicado, gostava de assistir às aulas com a turma da bagunça. As notas ficavam na média, passava de ano. Mas na educação física, Pablo Chalfun destoava. Foi jogador de futsal, handebol e, mais tarde, se tornou atleta de futebol americano no Vasco da Gama. O excelente histórico rendeu um título nacional e uma vaga na seleção brasileira. Hoje, com 1,73m de altura e 88kg, ele é o brasileiro mais bem condicionado do país e a partir desta semana vai defender as cores da bandeira no CrossFit Games, o maior evento da modalidade que será transmitido pelo SporTV e o GloboEsporte.com.

- Ansiedade está batendo sim. Falta pouco e o pior é ficar sozinho, porque fico mais ansioso ainda - afirmou.

A história de Pablo com os esportes começa na escola. Aos 11 anos começou a praticar diversos esportes e se destacou no futsal aos 13. Apaixonado por esportes e muito competitivo, a dedicaçãoàs quadras fez dele um dos grandes alunos do colégio Cruzeiro. Alexander Bolorini, coordenador de Educação Física e professor de Pablo por quatro anos, afirma que ele sempre foi diferenciado e impunha um certo respeito aos adversários.

- Ele era diferenciado em termos físicos já. Ele tinha um corpo diferente dos outros meninos, já era mais encorpado, tinha mais massa muscular do que os outros alunos. E ele sempre gostou muito de esporte. Além de gostar, sempre foi um cara muito competitivo. Era um garoto que não gostava de perder. Até se conformava com a derrota, mas não gostava de perder. Queria sempre o melhor, e motivava a galera. Apesar de ser goleiro, às vezes ele jogava na linha e dividir uma bola com ele era complicado. E ele não tinha medo, o que é importante para um jogador de futebol de salão - relembrou o coordenador.

Dos 16 aos 23, se tornou um dos principais jogadores de defesa do Brasil no futebol americano. Foi campeão brasileiro com o Vasco Patriotas, e defendeu a seleção brasileira na disputa do Mundial de 2015. Em 2016, se afastou da bola oval e passou a se dedicar ao crossfit. Com muitos sacrifícios e o diploma de educação física da UFRJ em mãos, abriu seu próprio box e traçou uma meta: participar da maior competição de condicionamento do mundo. A vaga veio com o primeiro lugar na primeira etapa do Regional América Latina, conquistada no Rio de Janeiro, diante da torcida que lotou o Parque Olímpico em maio deste ano.

Conquistada a vaga, Pablo intensificou e variou os treinos. Continuou com a rotina do box, mas incluiu o treino de parkour e até escalada indoor para estar preparado para qualquer surpresa. O Mundial, que acontece desde 2007, funciona em circuitos de exercícios como corridas, levantamentos de peso e barra, que são medidos pelo tempo em que são finalizados ou pelo número de repetições realizadas. Esse ano, o CrossFit Games acontece de 1 a 5 de agosto em Madison, nos Estados Unidos, e através de rifas, aulões de crossfit, e a ajuda de amigos, Pablo conseguiu reunir o dinheiro necessário para a viagem. Aproveitou para chegar uma semana antes e se ambientar com o local.

- Estou sem carro aqui em Madison. Estou andando de ônibus e trem para os lugares então demora muito mais. Mas já estou correndo, nadando na piscina do hotel, no lago onde teve competição no ano passado.

Confira a programação do CrossFit Games:

Quarta-feira (1/08)
18h30 - Competição individual (ao vivo no GloboEsporte.com)

Sexta-feira (3/08)
14h - Melhores momentos dos dias 1 e 2 (SporTV 2)
20h15 - Competição individual (ao vivo no GloboEsporte.com)

Sábado (4/08)
16h - Melhores momentos do dia 3 (SporTV 2)
19h30 - Competição individual (ao vivo no GloboEsporte.com)

Domingo (5/8)
14h - Melhores momentos do dia 4 (SporTV 2)
15h30 - Competição individual (ao vivo no GloboEsporte.com)