Johnson e o sonho de faturar todos os cinturões dos moscas: "Chamaria atenção"

Recordista em defesas de título no UFC, americano diz que gostaria de conquistar todos os títulos da divisão nos outros eventos e minimiza superlutas: "Não preciso competir em outro peso pra provar algo".

Demetrious é o primeiro e único campeão dos moscas do UFC - Foto: Evelyn Rodrigues

Quando se é dominante em uma categoria e dono da maior sequência de defesas de cinturão da história do UFC, o próximo adversário acaba ficando de lado. Neste sábado, no UFC 227, em Los Angeles, nos Estados Unidos, Demetrious Johnson lutará contra Henry Cejudo em busca de sua 12ª defesa de título seguida. Amplo favorito para o embate, o campeão do peso-mosca preferiu quase não falar sobre o oponente e surpreendeu ao falar sobre um sonho que tem no MMA.

- Se eu fosse sair por aí colecionando todos os cinturões, aí você diria, sim, "você provou que é o melhor. Se eu fosse para um campeonato, ganhasse a divisão peso-mosca no Rizin, ou ganhasse a divisão peso-mosca lá e aí depois o Bellator. Isso chamaria muita atenção.

No entanto, Johnson garante que o desejo nem tentará ser realizado, já que isso afetaria diretamente em seus rendimentos financeiros. Ficar no UFC é mais rentável e seguro.

- Se eu fosse solteiro e não tivesse filhos e esposa, com certeza. Mas agora, não mais.

Absoluto em sua categoria, Demetrious também nega que vá aceitar qualquer superluta, mesmo que isso seja considerado importante para colocá-lo na discussão de quem é o maior lutador de MMA de todos os tempos. De acordo com "Mighty Mouse", qualquer embate fora de sua categoria não será cogitado.

- Estou cheio de ouvir isso (sobre superlutas). Eu superei todo mundo que tentou me pegar, não preciso ter algum orgulho em competir em outro peso para provar algo a alguém. Só quero dar meu melhor, fazer meu dinheiro e cuidar da minha família. E sempre vão falar alguma coisa pra você tentar provar. E aí vai ter mais alguma coisa, e mais alguma coisa, e outra coisa. Falam de DC (Daniel Cormier), ele realmente tem dois títulos em duas categorias, mas também tenho meus recordes próprios. Algumas pessoas podem ficar tristes com isso, mas eu não me importo.

Demetrious vai enfrentar Henry Cejudo pela segunda vez. Na primeira oportunidade, em 2016, o atual campeão do peso-mosca venceu por nocaute técnico. Sobre a luta deste sábado, o dono do título reservou poucas palavras.

- Ele (Cejudo) parece melhor. Mais preparado, mais paciente.

E paciência foi o que faltou a Johnson quando foi perguntado sobre seu tamanho na história do MMA. Apesar das incríveis marcas que atingiu em sua carreira, ele ainda tem menos prestígio do que a sua quantidade de títulos sugere.

- Não me importo. Só penso em mim. Vocês acham que chego em casa e fico comparando meus números e minha carreira? Não. Eu me preparo, treino e penso em minha próxima luta. Quando vão na minha casa, vocês não vão ver nenhuma pintura, apenas cinturões. Esse é meu trabalho, e amo lutar e fazer grandes performances. Mas, por favor, eu não fico falando "oh, aquele cara teve uma grande carreira", "aquele outro é incrível". É diferente. Sou apaixonado por saber mais sobre MMA, por aprender e me desenvolver. Mas essas obrigações de lutas, essas entrevistas... Por isso gosto de jogar videogame. Ninguém pode escrever bobagens sobre meus jogos de videogame - respondeu, irritado, o lutador que não perde uma luta desde outubro de 2011.

O Combate transmite o UFC 227 ao vivo, na íntegra e com exclusividade a partir das 19h (de Brasília) no próximo sábado, direto de Los Angeles (EUA). O Combate.com transmite as duas primeiras lutas do card preliminar em vídeo, e acompanha o restante do evento em Tempo Real. Na sexta-feira, o site acompanha a pesagem matinal em Tempo Real a partir de 13h, e canal e site transmitem a pesagem cerimonial a partir de 20h.

UFC 227
4 de agosto de 2018, em Los Angeles (EUA)
CARD PRINCIPAL (23h, horário de Brasília):
Peso-galo: TJ Dillashaw x Cody Garbrandt
Peso-mosca: Demetrious Johnson x Henry Cejudo
Peso-pena: Cub Swanson x Renato Moicano
Peso-mosca: Polyana Viana x JJ Aldrich
Peso-médio: Thiago Marreta x Kevin Holland
CARD PRELIMINAR (19h15, horário de Brasília):
Peso-galo: Pedro Munhoz x Brett Johns
Peso-galo: Ricky Simon x Montel Jackson
Peso-pena: Matt Sayles x Sheymon Moraes
Peso-mosca: Alex Perez x José Torres
Peso-galo: Ricardo Carcacinha x Kyung Ho Kang
Peso-palha: Danielle Taylor x Weili Zhang
Peso-pena: Marlon Vera x Wuliji Buren