Papéis invertidos: Dillashaw reencontra desafeto Cody Garbrandt no UFC 227

Rivais lutaram ano passado, na edição 217, quando o desafiante destronou "No Love" e se tornou campeão. Evento deste sábado tem Johnson x Cejudo pelo título dos moscas, e esquadrão brasileiro.

Cody Garbrandt e TJ Dillashaw lideram o UFC deste sábado - Foto: Jeff Bottari/Getty Images

É bem verdade que da primeira vez que TJ Dillashaw e Cody Garbrandt se enfrentaram o clima de animosidade entre os ex-companheiros de equipe foi maior. O que não quer dizer, porém, que o ambiente acerca da luta principal do UFC 227, neste sábado, em Los Angeles (EUA), não esteja hostil. Desta vez, há uma inversão de papéis: Dillashaw, que em 2017 era o desafiante, se tornou campeão ao destronar "No Love" que, agora, ocupa a vaga de desafiante e tentará retomar o posto.

Finalista da 14ª temporada do TUF, Dillashaw anotou seu nome na história ao conquistar o título em 2014, quando venceu o outrora irretocável Renan Barão. Destronado por Dominick Cruz, em 2016, o peso-galo não se abateu e enfileirou Raphael Assunção e John Lineker - até despachar Garbrandt, no segundo round, por nocaute técnico.

Integrante da Team Alpha Male, ex-equipe de Dillashaw, Garbrandt superou seis adversários - incluindo Dominick Cruz, de quem tomou o título, em dezembro de 2016, no UFC 207. A marra do então invicto lutador se quebrou ante Dillashaw. Desde então, nenhum dos dois entrou em ação no octógono outra vez.

A co-luta principal do evento também brindará os fãs com uma disputa de cinturão. Recordista no quesito defesas de título - são 11, no total -, o peso-mosca Demetrious Johnson reencontrará Henry Cejudo no cage. "Mighty Mouse" bateu o medalhista olímpico há dois anos, por nocaute técnico no primeiro assalto.

Cejudo - que diferentemente do adversário pareceu debilitado na pesagem de sexta-feira, tinha apenas três anos de carreira no MMA, em 2016. Após sucumbir diante de Johnson, ele perdeu para Joseph Benavidez na sequência, contudo, se recuperou diante de Wilson Reis e Sergio Pettis.

Na antepenúltima luta da noite, o brasileiro Renato Moicano, na décima posição no ranking dos penas, encara o quinto colocado, Cub Swanson. Moicano havia perdido para Brian Ortega em julho de 2017 e se recuperou contra Calvin Kattar, em abril desse ano. O brasiliense, cuja preparação foi realizada na American Top Team, nos Estados Unidos, terá de enfrentar a pressão da torcida do anfitrião.

Quem também participa do card principal é a paraense Polyana Viana, que fará sua segunda luta no UFC, contra a americana JJ Aldrich. A brasileira, de 26 anos, conhecida como "Dama de Ferro", estreou na organização com vitória contra a Maia Estevenson, em fevereiro, e na ocasião chamou a atenção de Dana White pela finalização diante de seus conterrâneos, no UFC Belém.

Companheiro de equipe de Polyana na TFT (Tatá Fight Team), Thiago Marreta abre o card principal. O carioca, de 34 anos, tenta se recuperar do nocaute sofrido para o americano David Branch, em abril, diante de um estreante na organização: o americano Kevin Holland, cujo cartel é formado por 12 vitórias e três derrotas.

Nas preliminares, o brasileiro Pedro Munhoz mede forças com Brett Johns. O paulista tenta, no UFC 227, superar a frustração da última luta, quando perdeu na decisão para John Dodson. Antes do compatriota, os fãs poderão ver Sheymon Moraes no octógono. O especialista em muay thai duela com Matt Sayles, pelo peso-galo. O brasileiro vem de derrota, para o o russo Zabit Magomedsharipov, em novembro do ano passado.

Já o brasileiro Ricardo Carcacinha fará, em Los Angeles, sua terceira luta no UFC. O adversário será o sul-coreano Kyung Ho Kang. O paulista, de apenas 23 anos, ainda não perdeu em lutas pela organização e, durante a semana, prometeu nocautear o adversário.

O Combate transmite o UFC 227 ao vivo, na íntegra e com exclusividade a partir das 19h (de Brasília) no próximo sábado, direto de Los Angeles (EUA). O Combate.com transmite as duas primeiras lutas do card preliminar em vídeo, e acompanha o restante do evento em Tempo Real.

UFC 227
4 de agosto de 2018, em Los Angeles (EUA)
CARD PRINCIPAL (23h, horário de Brasília):
Peso-galo: TJ Dillashaw x Cody Garbrandt
Peso-mosca: Demetrious Johnson x Henry Cejudo
Peso-pena: Cub Swanson x Renato Moicano
Peso-mosca: Polyana Viana x JJ Aldrich
Peso-médio: Thiago Marreta x Kevin Holland
CARD PRELIMINAR (19h15, horário de Brasília):
Peso-galo: Pedro Munhoz x Brett Johns
Peso-galo: Ricky Simon x Montel Jackson
Peso-pena: Matt Sayles x Sheymon Moraes
Peso-mosca: Alex Perez x José Torres
Peso-galo: Ricardo Carcacinha x Kyung Ho Kang
Peso-palha: Danielle Taylor x Weili Zhang
Peso-pena: Marlon Vera x Wuliji Buren