Loss reafirma insegurança, mas volta de Ralf vira prioridade

Os dois times voltam a se enfrentar apenas no final deste mês, em duelo marcado para o dia 29 de agosto, na Arena Corinthians.

- Foto: Claudio Reyes/AFP

O técnico Osmar Loss voltou a dizer que o volante Ralf depende apenas da sua própria confiança para ser escalado novamente, mas o caso ganhou novos ingredientes nesta quarta-feira. Com Gabriel suspenso e um time que sofreu muito para parar as ações ofensivas do Colo-Colo, o experiente meio-campista parece essencial para o Timão seguir vivo na Copa Libertadores da América.

“Está num processo de recuperação ,vem treinando, evoluindo. Tanto nossa avaliação quanto a dele não foi de um atleta que estivesse seguro de jogar os 90 minutos”, explicou Loss, que teve de improvisar Léo Santos tanto no jogo contra o Atlético-PR, no final de semana, quando no segundo tempo nesta quarta.

“Essa resposta é sempre fundamental. Ele achou prudente que nós prolongássemos mais a fase de recuperação dele”, observou o comandante, que também não têm à disposição Renê Júnior. O atleta lesionou o ligamento cruzado do joelho esquerdo e só volta a atuar em 2019.

Ralf não atua desde o amistoso contra o Grêmio, disputado no dia 8 de julho, quando sofreu uma lesão na panturrilha da perna esquerda e, por precaução, deixou o gramado. Desde então, no entanto, não conseguiu trabalhar sem dores e atrasou uma recuperação que parecia tranquila. Para o torneio continental, ao menos, ainda há tempo para isso.

Os dois times voltam a se enfrentar apenas no final deste mês, em duelo marcado para o dia 29 de agosto, na Arena Corinthians. Com o resultado desta noite, o Alvinegro precisa ganhar por dois gols de diferença para não depender dos pênaltis na busca pela vaga. Empate ou vitória mínima com gol do Colo-Colo (2 a 1, 3 a 2…) dão a classificação aos  chilenos.

Enquanto o segundo embate não acontecesse, os comandados de Osmar Loss seguem sua caminhada no Campeonato Brasileiro e na Copa do Brasil. O próximo rival, por sinal, é o mesmo nos dois torneios. O time enfrenta a Chapecoense, no domingo, pelos pontos corridos, e, na quarta-feira, pelo mata-mata, ambas as vezes na Arena Condá.