Governo avalia emissão de carteiras de trabalho em agências dos Correios, informa ministério

Proposta está em negociação com direção dos Correios.

- Foto: Eraldo Schnaider

O Ministério do Trabalho informou nesta terça-feira (21) que está em discussão um acordo para disponibilizar aos brasileiros o serviço de emissão de carteira de trabalho em agências dos Correios espalhadas pelo país. O objetivo do acordo com os Correios, informou o governo, seria ampliar a rede de atendimento para a população.

Atualmente, o documento pode ser expedido em toda a rede de atendimento do Ministério do Trabalho (postos do Sine, gerências regionais e superintendências do Trabalho nos estados).

"O acordo com os Correios tem o objetivo de permitir que todos os trabalhadores brasileiros, notadamente os que vivem nos municípios mais distantes dos grandes centros, tenham acesso ao documento", informou o ministério por meio de nota.

O governo afirmou ainda que a emissão do documento continuará sendo gratuita. As taxas para entrega da carteira, de acordo com o comunicado, serão bancadas pelo próprio Ministério do Trabalho.

"O ministério já decidiu, por determinação do ministro Caio Vieira de Mello, que a taxa de conveniência pela entrega do documento expedido pelos Correios – um dos pontos em discussão no acordo entre o ministério e o órgão – será custeada pela pasta. O custo do serviço ainda está sendo avaliado", diz outro trecho do comunicado divulgado nesta terça.